• Tirinhas
  • Personagens
  • Livros
  • Curiosidades
  • Na mídia
  • Autora
  • Lojinha
  • Contato
  • English

Comunicação

 

Acho demais como só o tipo de olhar que seu bichinho te lança já é suficiente pra você saber exatamente o que ele está pensando, enquanto que você pode passar anos com uma pessoa e continuar sem nem saber quando ela está usando sarcasmo ou não. Serve pra lembrar como nós humanos gostamos de complicar as coisas.

Ob.: Para os curiosos, o que eles falam no primeiro quadrinho tanto em francês como em japonês é "Eu gosto de galinha com quiabo", e não tem sentido implícito nenhum. É que eu fico lembrando do Du (do Du, Dudu e Edu) falando isso e acho engraçado...

Emagrecendo


Viram como é uma coisa boa a gente não conseguir emagrecer quase nunca? Se não, iríamos querer ficar comprando roupa nova o tempo inteiro! Queee booom. A carteira agradece. :D

Gaiolas

 

E o pior é que, mesmo se eu pudesse soltá-lo, não sei mais se ele conseguiria sobreviver sozinho. Aí tenho que ficar nessa área cinza que mistura a pena e a impotência.

Efeito retardado

 

E depois dizem que a nova geração não tem poder de concentração. Claro que tem, só é concentração seletiva. Se conseguir apagar a existência de todo o universo à sua volta e se concentrar única e exclusivamente em assitir um vídeo de um gatinho tomando um susto no Youtube não é ter uma capacidade monstra de se concentrar, eu não sei o que é.

Lego

 

Mas Murphy não para por aí: além de ele mover as forças da natureza e do destino pra colocar a pecinha exatamente onde seus dedinhos desavisados planejavam encontrar com o chão, ele ainda faz dessa pecinha  especificamente aquela que você passou horas procurando dentro da caixa e não encontrou a ponto de começar a duvidar da sua existência.

Férias de julho

 

Levando em consideração que os Maias não previram que a sociedade atual criaria as férias de julho, que provocou uma distorção na malha do espaço-tempo e transformou duas ou três semanas terrestres em +- 2 dias úteis, chegamos à conclusão de que na prática ainda faltam muitos anos para chegarmos à 2012 no calendário P.F.J. (Pré Férias de Julho). É, gente, ainda não vai ser esse ano que vamos todos morrer.

Inverno


Lembro até hoje do dia em que descosturou um pedacinho do pulso do meu casaco do colégio, e sem querer meu dedão escorregou pelo corte. A "luvinha improvisada" se mostrou tão extremamente confortável naqueles dias de inverno frio (e de ar condicionado glacial) na sala de aula, que em pouco tempo eu cortei um buraco na outra manga também. Eu ficava parecendo uma mendiga comedora de cachorros-quentes em Nova York, mas pelo menos era uma mendiga quentinha.

A sugestão da tirinha foi da Thamy.

Arte Contemporânea

 

Eu sei que a arte é muito mais sobre "o que significa" do que "o que você vê", mas se eu simplesmente não consigo entender nada, mesmo tentando, então aquilo não tem sentido pra mim. Custa pelo menos disponibilizar uns folhetinhos explicando aquilo para as pessoas menos inteligentes e perceptivas? Ou os artistas não querem popularizar a arte e preferem que as pessoas normais não ententam mesmo?