• Tirinhas
  • Personagens
  • Livros
  • Curiosidades
  • Autora
  • Na mídia
  • Contato
  • English

Carnaval e eu

Como eu realmente me sinto sobre o carnaval

Eu até gosto de ver as fantasias das pessoas, a diversão, mas aí me lembro que moro a uma hora e meia de ônibus quente de distância da maioria dos blocos legais do Rio, e meu computador começa a me seduzir, a estante mostra todos aqueles livros que tenho que terminar, a TV me lembra todos aqueles jogos que ainda tenho que zerar... E o bloco de carnaval fica pro próximo ano.

(Mas esse ano até fui a uma festinha de baile de carnaval. A parte de se fantasiar é a mais divertida, hahahahah. Fui de cospobre de Sailor Júpiter, só porque sim. ♥ Aliás, realizei um sonho de mais de quatro anos que expus aqui, em uma das primeiras tirinhas do Como eu realmente.)

Ração fresca

Como eu realmente imagino que a minha gata analisa a comida dela no pote antes de pedir por mais

Viram, é por isso que eu aprendi tantos conhecimentos aleatórios de física e química no ensino médio. Pra poder fazer piadas em tirinhas bobas alguns anos depois. Todos os meus estudos valeram a pena.

Tweet do dia:

A garota com um livro

As pessoas me acham aquela garota super educada e esperta lendo um livro em público, mas ah se elas soubessem sobre o que ele é...

Instrumentos Mortais é uma das séries de livros de fantasia para jovens adultos mais vendidas da última década. Milhões de exemplares já foram devorados por leitores ávidos de inúmeras procedências pelo mundo. Agora, tenta descrever o enredo pra uma senhorinha religiosa pra ver se ela não vai tacar água benta no livro E em você. Duvido que não.

Tweet do dia:

Dia do Quadrinho Nacional

Hey, bolindos! Hoje é Dia do Quadrinho Nacional e, para comemorar, um monte de quadrinistas queridos desse nosso Brasil da zoeira se uniram para brincar de amigo oculto/secreto. Um dia tão especial não pode passar sem festa, né? ♥

Cada autor fez uma ilustração do seu personagem com o personagem do amigo. Fica aqui a minha colaboração. A minha amiga oculta é uma autora com um trabalho muito diverso, desde bruxinhas fofas até vampiros com sede de sangue.

Ela é a Chairim Arrais, autora das Aventuras da Bruxinha Mô!


Ao longo do dia, as ilustrações do nosso amigo oculto aparecerão pelos sites e páginas de alguns dos quadrinhos mais divertidos do Brasil. É só ir seguindo a corrente pra achar todo mundo. Divirtam-se!

Segue a lista de quem tirou quem dos participantes, a partir daqui. É só visitar o primeiro artista de uma linha para ver o presente que ele fez para o segundo artista desta linha, por exemplo.

Chairim (As aventuras da Bruxinha Mô) » Digo Freitas (Diário de ideias gráficas quase originais)
Digo Freitas (Diário de ideias gráficas quase originais) » Rafael Marçal (Proféticos)
Rafael Marçal (Proféticos) » Yoshi Itice (Manjericcão)
Yoshi Itice (Manjericcão) » Felipe Cagno (321: Fast Comics)
Felipe Cagno (321: Fast Comics) » Nicolas Cares (23 Comics)
Nicolas Cares (23 Comics) » Vinícius Gressana (Café do Feliz)
Vinícius Gressana (Café do Feliz) » Hugo Nanni (Mondo Hugo Nanni)
Hugo Nanni (Mondo Hugo Nanni) » Ana Luísa Medeiros (Ana e o sapo)
Ana Luísa Medeiros (Ana e o sapo) » Michel Ramalho (Ramsés)
Michel Ramalho (Ramsés) » Marcos Noel (Gi e Kim)
Marcos Noel (Gi e Kim) » Fábio Coala (Mentirinhas)
Fábio Coala (Mentirinhas) » Bruno Borovac (Baboom)
Bruno Borovac (Baboom) » Mario Cau (Terapia)
Mario Cau (Terapia) » Pedro Netto (Por que Pedro?)
Pedro Netto (Por que Pedro?) » Carlos Ruas (Um sábado qualquer)
Carlos Ruas (Um sábado qualquer) » Guilherme Bandeira (Objetos inanimados)
Guilherme Bandeira (Objetos inanimados) » Paulo Kielwagen (Blue e os gatos)
Paulo Kielwagen (Blue e os gatos) » Herbert Berbert
Herbert Berbert » Wesley Samp (Depósito do Wes)
Wesley Samp (Depósito do Wes) » Fernanda Nia (Como eu realmente)
Fernanda Nia (Como eu realmente) » Chairim (As aventuras da Bruxinha Mô)


E obrigada ao Pedro Netto, por organizar isso tudo!

Feliz Dia do Quadrinho Nacional! ♥

Machucados

Como eu realmente me sinto sobre machucados em mim mesma, apesar dos herois nos filmes ignorá-los totalmente

Mas na verdade acaba sendo relativo, de acordo com o humor da minha escala deturpada de prioridades. Posso um dia estar tossindo sangue e arrastando minhas pernas com ossos liquefeitos  pensando "é só uma gripezinha", enquanto me arrumo para escalar o morro do Pão de Açúcar à mão, e no outro dia posso me picar com um alfinete e sair correndo não para o médico, mas para o advogado direto, uma vez que eu já tenho certeza absoluta de que vou morrer por causa daquilo e preciso ajeitar meu testamento.


Tweet do dia:

"Pais e Filhos"


Só que, ao invés de receber colagens de macarrão ou desenhos de tinta guache de presente da minha "filha", recebo um ou outro passarinho morto de vez em quando. Urgh... Mas o que vale é a intenção, não é mesmo?

Obs.: Essa é uma tirinha bem antiga, na verdade, e fez bastante sucesso na época, mas só foi postada no Facebook do Como eu realmente. Achei que já era hora de trazê-la pro site, também.