Mulher-Maravilha

Como eu realmente me senti assistindo à mulher-maravilha. Muito, muito forte

Chorei nas cenas de ação. Não sabia que dava pra chorar por coisas assim. É algo engraçado, isso de se emocionar por estar vendo uma mulher ser tão, tão forte. Tão, tão legal. Ver alguém com sentimentos e incertezas tão parecidos com os seus virando uma heroína. De se sentir no lugar dela na luta. E de se convencer, mesmo que só um pouquinho, de que talvez você possa ser legal assim na vida real também. De que você pode tentar. Pode ser grande. É engraçado, mas é libertador.


Tweet do dia:

Cavalos

Cavalos são lindos, mas caramba, é meio assustador montar em um

Aí você pensa que o cavalo vai galopar majestosamente e você vai abrir os braços para acolher sua nova persona de realeza fantástica dominando a Terra-média, mas tudo que a criatura faz é trotar aquele ClocCloc insuportável que troca todos os seus órgão de lugar e faz cada músculo do seu corpo ficar dolorido por duas semanas, especialmente as suas nádegas.


Tweet relevante:

Vivendo perigosamente

Eu vivo bem perigosamente - sempre como comida depois da data de validade

E eu nem tenho muito senso de olfato pra saber se o cheiro tá ruim ou se é seguro. Acho que quando fui criada todos os pontos de aperfeiçoamento dos meus sentidos foram gastos pra melhorar a minha capacidade de enxergar material de memes na internet. Não vai me salvar da intoxicação alimentar, mas pelo menos foi ser internada rindo.



Tweet do dia, ou "por que eu mereceria passar mal mesmo":

Tempero perfeito

queijo é o melhor tempero pra tudo

E quando é uma noite especial e o jantar precisa ser caprichado, arranjo cinco tipos de queijos diferentes e me vanglorio da minha ampla diversidade culinária.



Obs.: Bolindos, a Amazon tá fazendo uma promoção ENORME e o primeiro livro do Como eu realmente tá saindo por quase 12 reais!! Sinceramente não sei como eles conseguem esse valor, mas sei que é a hora de aproveitar!

Leitura pausada

Quando eu tô lendo e preciso fazer pequenas pausas para imaginar os personagens em outras situações

Eu tenho um hábito secreto de sempre imaginar uma pessoa chegando com altos poderes mágicos pra acabar com as tretas dos livros de ficção científica ou uma pessoa chegando com altos fuzis pra acabar com as tretas dos livros de fantasia.


Extra: Tirinha diretamente relacionada com essa: estranhos lendo na rua.

Livro bom

When I read a good book

Às vezes, quando leio um livro, a vida passa a ser só uma série de intervalos até o próximo momento em que vou conseguir virar mais algumas páginas, mesmo que sejam uns minutinhos que sobram no horário do almoço ou uma pausa entre as aulas. Como se, enquanto eu não consigo chegar até o final da história, uma parte de mim fica sempre presa dentro dela. É assim que eu sei quando o livro é bom. Quando ele me divide, me muda e me devolve, ainda meio tonta, pro mundo real. E eu posso pegar essa marquinha gostosa que deixa na minha memória, em mim mesma, pra levar comigo depois.



Tweet do dia: