Pesquise no site

Roupão de banho

25 de fevereiro de 2015

Como eu realmente me sinto quando visto qualquer roupão de banho, usando um kimono fofinho

Se eu estiver me sentindo particularmente inspirada para combater o lado negro da Força, porém, pode ser que eu me sinta como uma Jedi.

Obs.: Não tive muita certeza se isso era comum, nessa tirinha. Vocês também se sentem assim?



Algumas redes sociais têm escondido as atualizações das páginas que você segue. Se não quiser perder nenhuma tirinha nova do Como eu realmente, receba nossas novidades no seu e-mail o inscrevendo abaixo:

Sistema pelo FeedBurner

Entendendo humanos

22 de fevereiro de 2015

Como eu realmente me sinto quando tenho que analisar outras pessoas?

Eu sempre observo meus amigos analisando situações e pessoas com a distância exterior de quem assiste a um documentário do Discovery. "Uau, é assim que seres humanos se entendem na vida em sociedade? Que seres fascinantes". Talvez todos tenham ido a alguma escola mágica de interpretação de sinais ocultos quando eram mais novos e a coruja nunca trouxe minha carta de inscrição. Sei lá.


O Como eu realmente: vol. 2 está vindo aí! Você já leu o 1? Saiba onde comprá-lo:
Compre o Como eu realmente: vol.1 no Submarino Compre o Como eu realmente: vol.1 na Saraiva Compre o Como eu realmente: vol.1 na Amazon Compre o Como eu realmente: vol.1 na Americanas
Compre o Como eu realmente: vol.1 na Livraria da Travessa Compre o Como eu realmente: vol.1 no Shoptime Compre o Como eu realmente: vol.1 na Livraria Cultura Compre o Como eu realmente: vol.1 na Fnac

Camas quicantes

19 de fevereiro de 2015

O que realmente acontece quando jogo algum objeto, como meu celular, em cima da cama

Uma vez, quando eu joguei meu celular na cama, ele sumiu com uns rastrinhos de fogo na colcha e depois voltou com Marty McFly montado em cima.



Pesquisa de lançamento

A todos que ainda não sabem, o segundo livro do Como eu realmente está vindo aí! Ele está previsto para chegar às livrarias em maio, mas eu adoraria mostrá-lo pessoalmente também. Podem responder à pesquisa para que eu possa me programar, segundo as possibilidades? :D (Obs.: sim, estarei na Bienal do RJ!)

Grosseria

15 de fevereiro de 2015

Como realmente é a minha postura no quesito "grosseria", que não gosto de confundir com sinceridade desnecessária

Não concordo muito com essa postura que muitas pessoas se orgulham de ter de "sou sincera mesmo e falo na cara". Elas frequentemente confundem sinceridade com grosseria gratuita. Me parece uma desculpa preguiçosa para falarem o que querem sem ter que respeitar os sentimentos dos outros.

Obs.: Eu realmente sou atormentada por uma vez em que acho que fui grossa sem perceber com um casal no shopping em 2010. Lembrar deles e me sentir mal foi o que inspirou a tirinha, hahahahah.



Algumas redes sociais têm escondido as atualizações das páginas que você segue. Se não quiser perder nenhuma tirinha nova do Como eu realmente, receba nossas novidades no seu e-mail o inscrevendo abaixo:

Sistema pelo FeedBurner

Crise e saudade

12 de fevereiro de 2015

De quem eu realmente sinto falta nessa triste crise... 

Segundo a Wikipédia, gaslighting é uma forma de abuso psicológico no qual informações são distorcidas, seletivamente omitidas ou simplesmente inventadas com a intenção de fazer a vítima duvidar de sua própria memória, percepção e sanidade. Frequentemente o gaslighting é usado para manipular pessoas e fazê-las se sentirem culpadas por algo que nem fizeram, como naquela música do Gotye, "Somebody that I used to know", no trecho (traduzido): "De vez em quando eu penso em todas aquelas vezes em que você me ferrou | Mas fazia eu acreditar que era por causa de algo que eu fiz".

Às vezes penso que é isso o que a mídia está tentando fazer com a população quando o assunto é crise hídrica. O consumo das cidades equivale a apenas cerca de 10% do total da produção de água. Por que se esforçam tanto para passar a ideia de que a culpa é toda do consumidor? Que é ele que tem que ficar sem água e "bem feito"? Que é ele que tem que pagar?

Obs.: Não sou perita em crise hídrica e nem em economia. Quem tiver uma análise melhor e quiser adicionar algo à discussão, posta aí nos comentários!

Obs.2: Fiz essa tirinha ano passado só para postar como brincadeira no Facebook, mas se tornou tão real que senti necessidade de repostá-la aqui.


Mães e comida

8 de fevereiro de 2015

O que realmente aconteceria comigo se eu comesse tudo o que minha mãe me oferece

"Você tá de dieta? Que ótimo! Cada quilo que você perder a gente comemora com um banquete!" - palavras reais e sérias da minha mãe mês passado, quando comecei a dieta. Depois de uns segundos ela entendeu o erro e disse "ah, espera...". Juro pra vocês.


Cabelo e calor

5 de fevereiro de 2015

O que realmente acontece quando o meu cabelo está bonito e o calor decide atacar 

Eu já entendi por que sempre vejo as moças europeias com maquiagens chiques e cabelos lindos 24h/dia. Uma palavra: frio. Assim fica fácil manter a produção o dia inteiro. Quero ver conseguirem o mesmo no clima de garganta de dragão de onde eu moro, onde a atmosfera é 21% oxigênio e 78% fogo e glândula sudorípara é a profissão mais bem paga no mercado de trabalho do corpo humano.


Voltar ao topo