Casais de hoje: Sem assunto

Problemas dos casais de hoje - a gente já se fala tanto durante a semana por chat que, quando saímos, ficamos até sem assunto

A progressão natural depois é evoluir para a fase em que o casal fica sem tempo de se falar por mensagens e guarda os assuntos pra falar ao vivo mesmo, depois a fase em que o casal não precisa mais falar tudo porque já sabe como o outro pensa ou se sente na maioria dos casos, e enfim chega a fase em que o casal nem se fala mais porque atingiu o nível máximo de expertise em conversar telepaticamente.




Saiu o dia dos lançamentos!

Como eu comentei nos últimos posts, em agosto lanço meu livro novo Mensageira da Sorte (AAAAAAH) e já saíram as datas dos eventos de lançamento! Ah, e quem quiser levar os livros do Como eu realmente para assinar também, são super bem-vindos. QUERO ABRAÇAR TODO MUNDO!

Lançamentos:

A soneca da Srta. Garrinhas


Tem vezes em que ela fica mexendo as patinhas levemente enquanto dorme. Tenho certeza absoluta de que no sonhozinho dela ela está mexendo nos controles de pilotagem do seu robô gigante de dominação mundial enquanto caminha pelos escombros do que antes era a humanidade como a conhecemos. É muito fofinho.


Obs.: Ei, galera do Rio de Janeiro! Tem evento nesse fim de semana (20-22 de julho)! Bora pra Geek & Game? Estarei lá todos os dias com mesa na Artist's Alley. Vejo vocês lá!

https://www.ggrf.com.br/

Superstição

Eu não sou uma pessoa muito supersticiosa, mas também não deixo o chinelo virado de cabeça para baixo, pois tem coisas com que não se brinca.

Uma superstição muito específica que eu tenho: morro de medo de dizer que nunca fui assaltada, mesmo morando no Rio, porque acho que vou ser assaltada logo no dia seguinte por causa disso. Tudo bem que agora eu acabei de admitir isso pra vocês e a superstição vai se concretizar e... URGH, acho que não foi uma boa ideia.


Essa tirinha foi apoiada pelo site Horário de Brasília, que, falando em superstição, tem uma área sobre o significado das horas iguais.

Julgando pela capa

Enquanto na vida eu tô sempre dando lição de moral de que não podemos julgar o livro pela capa, é só entrar numa livraria que eu já tô gritando que quero os livros com capa de unicórnio pq eles devem ser maravilhosos

Uma confissão: eu fico meio perturbada quando tem fotos ou ilustrações dos personagens na capa do livro e sumariamente ignoro as imagens, porque prefiro imaginá-los do jeito que eu quero, hahahah. Curiosidade: sou a única?




Falando em capa, saiu a do meu livro novo!

Foi na FLIPOP do último fim de semana que foram liberadas a capa e a sinopse de Mensageira da Sorte, meu livro jovem adulto novo, como eu já tinha contado pra vocês, e AAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!

http://plataforma21.com.br/catalogo/mensageira-da-sorte/

Apesar de ele ser em forma de romance e não ser do universo do Como eu realmente, o escrevi com o meu estilo de sempre: piadas meio loucas, reflexões sociais e pessoas tentando lidar com seus problemas para descobrir como mudar o mundo. Segue a sinopse, pra vocês terem uma ideia sobre o que ele é, além disso:

Em pleno Carnaval carioca, durante uma confusão em um protesto contra a AlCorp, Sam passa a ser uma mensageira temporária no Departamento de Correção de Sorte, uma organização extranatural secreta incumbida de nivelar o azar na vida das pessoas.

Para manter esse equilíbrio, os mensageiros devem distribuir presságios de sorte para alguns escolhidos. E o primeiro “cliente” de Sam é justamente o seu novo vizinho e colega de classe, Leandro. O garoto é um youtuber em ascensão e a ajuda dela, na forma de uma mensagem sobre nada menos que paçoca, o impulsiona a fazer um vídeo que o levará para o auge da fama. O que Sam não sabe é que Leandro também é engajado nos protestos contra a corrupção da AlCorp, sem se preocupar com os riscos que possa correr ou com as chances que tem dado ao azar, e a garota se vê obrigada a usar a sorte do Destino para protegê-lo.

Perdida entre seus sentimentos por Leandro e a culpa pela morte de seu pai, Sam começa a compreender a linha tênue entre o livre-arbítrio e o acaso. Com uma boa dose de sarcasmo, ela embarca na dura jornada para desmascarar o que está deteriorando o sistema da Justiça, tanto a natural quanto a extranatural.

Em meio a uma rede de intriga, corrupção e poder, a mensageira da sorte precisará fazer as pazes com o passado e lutar até o fim para que a balança do Destino se equilibre outra vez.

O que vocês acharam? O livro será lançado na Bienal do Livro de São Paulo, agora no início de agosto, e aí segue para as livrarias de todo o Brasil. EU TÔ TÃO EMPOLGADA! Pra quem quiser já uma palhinha, vocês podem ler o primeiro capítulo inteiro aqui no site da Plataforma21. E... AAAAAAAAAA! Espero que gostem. ♥

Capacidade de regeneração

enquanto que nos filmes a capacidade de regeneração das pessoas é capaz de recuperar cinco flechadas em 20 minutos, eu não consigo sarar nem um cortezinho em uma semana 

Mas capacidade de regeneração é 100% ligada ao nível de protagonismo da personagem na história. Se é a heroína, pode tomar cinco flechadas no peito que ainda vai terminar o filme cavalgando em direção ao horizonte no pôr-do-sol. Se for figurante, toma tiro de raspão e já tá se tacando no chão falando "JESUS ME LEVA". Pensando por esse lado, os figurantes são os personagens mais realistas na indústria cinematográfica.

Raciocínio Seletivo


Deviam fazer um Hamilton: The Musical só com pensadores filosóficos. Eu com certeza ia conseguir entender Kant se ele dissertasse sobre a Crítica da Razão Prática em um rap animadão.



Flipop já é semana que vem!


Bora pra 2ª Flipop - Festival de Literatura Pop, queridos! Vai ser sensacional! Além de uma série de surpresas com a Plataforma21 (incluindo a revelação da capa e da sinopse do meu livro novo, Mensageira da Sorte), minhas mesas na programação serão:

  • Sexta-feira, 29/junho/18 - 17h45 às 19h - "Humor é coisa séria"
    Fernanda Nia, Samir Machado de Machado e Vitor Martins. Mediação de Jim Anotsu.
  • Domingo, 1/julho/18 - 11h30 às 12h45 - "O que a fantasia diz sobre o nosso mundo?"
    Eric Novello, Fernanda Nia e Lavínia Rocha. Mediação de Felipe Castilho.
Não há capslock suficiente para descrever a minha ansiedade, mas ESSE EVENTO VAI SER INCRÍVEL E EU MAL POSSO ESPERAR!! Vamos?

Os ingressos da FLIPOP já estão à venda no site oficial do evento e aqui.