• Tirinhas
  • Personagens
  • Livros
  • Curiosidades
  • Autora
  • Na mídia
  • Contato
  • English

Tipo de shampoo

A decepção que realmente acontece quando eu compro um novo shampoo que me faz super promessas de cabelo lindo e não acontece absolutamente nada

Tenho que escolher o shampoo segundo o meu "tipo de cabelo"? Hum, vejamos. Qual o meu tipo de cabelo? Huuuummmm. Acho que "pista de montanha russa com nível 7 de índice de náusea no Roller Coaster Tycoon" é uma boa definição.

Ps.: Hey, criei uma conta no Tapastic pro Como eu realmente pra experimentar. Quem usa a rede, adiciona lá! ​。◕‿◕。​

Capuz

Como eu realmente me sinto quando visto um capuz: como uma guerreira elfica diva?

Mas depende do momento. Às vezes me sinto como uma guerreira élfica sim, e outras vezes me imagino como uma donzela medieval colhendo frutinhas vermelhas pelo bosque. Em raras ocasiões, tenho uma leve vontade de esconder os olhos na sombra do capuz, sentar no canto de uma taverna escura e virar o "indivíduo misterioso observando todos em silêncio que até o taverneiro responde que não sabe quem é quando o/a mocinho/a da campanha de RPG do momento o questiona".


EITA, SÃO 100 MIL CURTIDAS AQUI NA PÁGINA!!! CARAMBOLA, NEM ACREDITO!!Há quase 4 anos nós estávamos comemorando mil...

Posted by Como eu realmente on Segunda, 13 de julho de 2015

Cumprimentos

Como meu cérebro parece processor cumprimentos para respondê-los aleatóriamente

O pior é quando alguém vai te elogiar mas acaba te ofendendo ao mesmo tempo. "Uau, você é tão inteligente!" Você fica feliz. A pessoa continua: "Parece até homem!" Você fica: "...ahn?". Dá bug no cérebro na hora de responder. Você mostra os dentes em um sorriso amarelo que não consegue se manter com os cantos dos lábios pra cima e torce pra ter sido suficiente.

Obs.: Acontece algo semelhante quando estou falando ao telefone (nessa tirinha).


Obrigada a todos! A Fest Comix foi maravilhosa, e foi uma felicidade enorme encontrar os leitores de São Paulo e o...

Posted by Como eu realmente on Domingo, 19 de julho de 2015

Nova perspectiva

Como eu realmente me sinto mesmo depois de perceber que alguns filmes e desenhos de quando eu era criança são bem doentios

E nossa capacidade de ter diferentes perspectivas para cada história não se refere apenas a filmes antigos vistos hoje não. Por exemplo: Valente, da Disney. Muita gente ama o filme, por a Merida ser diferente e não conformista e tal. Minha mãe detesta. Lembro até hoje da sua "resenha" quando assistimos à animação no cinema há uns anos. Segundo ela, Valente era sobre "uma garota mal-educada que só faz pirraça e vai na floresta pedir a uma estranha suspeita pra envenenar a própria mãe".


Questões filosóficas felinas

Como eu realmente imagino que minha gata está pensando quando fica observando a janela com um olhar perdido, cheia de dúvidas existenciais

Curiosidade: eu realmente tive que batalhar com a Srta. Garrinhas pra fazer essa tirinha. Ela arranhou minha calça toda no colo, sentou na minha mesa digitalizadora e até conseguiu a façanha de cuspir no meu teclado. Fiquei pertinho assim de entrar no Google pra pesquisar "Como trabalhar com bunda de gato na frente do monitor tutorial".

Preconceito online


Às vezes, quando vejo alguém sendo machista, racista ou homofóbico na timeline, tento conversar. Na maioria dos casos, porém, não são pessoas que querem ouvir. Me sinto dividida nessa hora: deixar de seguir a pessoa e suas publicações preconceituosas vai ser bom para a minha saúde mental, mas não dialogar para tentar torná-la mais empática faz eu me sentir cúmplice por deixar que continue disseminando seu discurso de ódio. De qualquer jeito, a cada publicação do Como eu realmente que crio para discutir algum preconceito, estou sempre secretamente desejando muito que a indireta chegue até essas pessoas.