Pesquise no site

Dia das Bruxas

29 de outubro de 2014


Se você for até a Fani Fangirl para elogiar sua fantasia de aluna da Sonserina, ela vai te olhar com uma expressão confusa e perguntar: "que fantasia? Eu me visto assim normalmente..."


Sugestão de tirinha da Carol Christo.


Bruxas e bruxos

26 de outubro de 2014



Quando era mais nova, eu sempre tinha invejinha das pessoas que iam nos lançamentos dos filmes com os uniformes de Hogwarts. Mesmo assim, eu nunca tinha coragem de me mexer para arranjar um também. Essa tirinha com a Niazinha o usando é o mais perto que eu consegui chegar de fazer qualquer cosplay. Quer dizer, fora aquela vez, lá na época dos primórdios do Como eu realmente, em que eu fui a um evento de anime com o vestido da Niazinha. Ninguém reconheceu, obviamente, mas por dentro eu ainda me diverti bastante fazendo o meu cosplayzinho secreto.

Encontrando conhecidos

22 de outubro de 2014

 

Levando em consideração que quanto mais próxima eu estou da aparência de um troll montanhês mais importantes são os conhecidos que eu encontro no caminho, cheguei à conclusão de que usar meia listrada com Crocs fosforescente é provavelmente a minha melhor chance de tropeçar no Ian Somerhalder pela rua.

Obs.: Não mantenham contato visual prologado com o Mickey psicopata ou ele virá persegui-los em seus sonhos para absorver sua energia vital.


Caindo

19 de outubro de 2014

 

Eu queria muito escrever um comentário engraçado sobre essa tirinha, mas meu cérebro está ocupado por imagens ininterruptas de montagens da Niazinha do primeiro quadrinho voando por aí (no momento ela está nos braços do Jack, na pontinha do Titanic) e não consigo pensar em mais nada. Desculpem.


Leitor digital

15 de outubro de 2014


Tenho lido muita coisa em inglês nele, e uma das funcionalidades que eu mais gosto é a de você ter dicionário ao clicar em qualquer palavra. Estou aprendendo definições super específicas para palavras que antes eu, por não saber, imaginava o significado geral pelo contexto e passava direto. Saber o sentido específico enriquece bastante o texto (e o seu vocabulário também). Por exemplo, a língua inglesa tem um montão de palavras únicas para cada tipo de sorriso, a maioria até sem tradução. O ruim disso tudo é que depois você quer descrever algo, lembra da palavra em inglês perfeita mas não consegue nenhuma equivalente em português. Dá uma agonia! >_<



Obs.: Quem não pegou ou é muito novo, essa música que eu coloquei na tirinha é a A Miragem, música exageradamente romântica cuja repetição desenfreada enjoou 190 milhões de brasileiros durante a lendária novela O Clone.


Imaginação

12 de outubro de 2014


Essa foi uma das tirinhas mais difíceis que fiz até hoje. Ahn? Não, não por causa da arte. É que é extremamente difícil pra mim admitir que algo era melhor que a boneca da Mulan que eu tinha. Fala sério, você puxava uma cordinha nas costas dela e o cabelo (preso como na tirinha) vinha enrolando até fazer um coque! E você ainda podia esfregar a cara dela no gelo do freezer até a maquiagem desaparecer! Era tão legal e mágico (e tóxico, porque pra isso funcionar aposto que tinha umas químicas bem brabas)! Ahhh, saudades, infância.

Feliz Dia das Crianças (a nossas crianças interiores também)!

Obs.: Sim, eu também tinha o Hyoga, apesar de ter perdido toda a armadura dele desde o primeiro dia. Até tem foto lá no Facebook.
Obs.: Como sempre, a ilustração final aqui embaixo. Pra ver maior é só clicar.


Jogos de tabuleiro

8 de outubro de 2014

 

Sim, a criança sem-vergonha trapaceando descaradamente era personagem obrigatória em qualquer grupo de brincadeira. Não sei o que se passava na cabecinha comedora de Danoninho dela. Como se ganhar em um jogo bobo fosse torná-la uma mini entidade divina entre as coleguinhas mortais. Se bem que... Isso não é o que os próprios adultos vivem tentando fazer na vida - provar seu valor perante os outros das formas mais irracionais possíveis? Usando os motivos mais fúteis, as justificativas mais materiais? Hummm. Talvez todos devêssemos dar uma paradinha agora para reler o manual.


Voltar ao topo