Pesquise no site

Preconceito literário

19 de novembro de 2014

 

A literatura para jovens adultos sofreu um boom enorme nos últimos anos e não é só porque o público é ávido pela leitura. Acho que cada vez mais os autores descobrem a maravilha que é trabalhar com protagonistas de 16-17 anos, uma vez que, como personagens, eles oferecem mil facilidades para a narrativa, de modo geral. Por serem jovens, não precisam de um passado tão vasto quanto alguém que já viveu quarenta anos, e ainda têm espaço para crescer e se desenvolver junto ao leitor. Além disso, a adolescência e os hormônios à flor da pele com novas experiências fazem os personagens mais intensos, o que ajuda a agregar drama e sentimento à trama. Como facilidade para o roteiro, ainda, o jovem também não tem as responsabilidades que "prendem" as ações do adulto, normalmente. Em resumo: o personagem jovem adulto é um protagonista livre para ser moldado e para crescer com o leitor, facilitando a identificação. Perfeito! Mas isso é só a minha opinião. O que vocês acham?

Extra: não falei sobre preconceito literário no comentário porque tenho alguns links pra compartilhar com vocês que já cobriram o assunto muito melhor do que eu. Divirtam-se. ​°ᵕ°



Sobre leituras e leitores, por Taissa Reis.



Em dias lindos

16 de novembro de 2014

Como nos comportamos em lindos dias de Sol 

Após analisar minhas olheiras, minha pele pálida e minha reação de sibilar e me contorcer quando a cortina é aberta e sou exposta ao Sol, pesquisadores do departamento de História da Universidade de Cambridge publicaram um estudo sobre o meu possível papel como inspiração no surgimento do mito do vampiro moderno. Seria meu comportamento aos domingos de Sol a peça do quebra-cabeça que faltava para entendermos o desenvolvimento de milênios desta figura fantástica tão querida pela ficção mundial? O estudo pode ser lido na íntegra na minha imaginação.com.

Obs.: Mentira, eu nunca deixo a janela fechada, hahahahah. Preciso deixar aberta para a Srta. Garrinhas entrar.


Fernanda Nia na Bienal de Minas Gerais


Barganhas diabólicas

12 de novembro de 2014


Ou então, ao invés de pedir a voz dela, Silviúrsula pede a senha das suas redes sociais (que é praticamente a mesma coisa). Aí Ariel viveria muito bem como sereia pra sempre, muito obrigada.

Obs.: Bolinhos de BH, não se esqueçam que vai ter lançamento do livro do Como eu realmente na Bienal, no dia 23! Todas as infos aqui. Espero vocês por lá. <3

Srta. Garrinhas Ninja

9 de novembro de 2014


Srta. Garrinhas, gatōnin mestre no jutsu de manipulação de humanos, kyuubi de uma cauda, Hokage da Vila de Minha Casa. Se Naruto deixasse que ela e seu chakra incomensurável cuidassem dos vilões desde o início, o mangá terminaria no primeiro capítulo, e não ia nem precisar do clássico flashback elaborado onde o personagem busca em seus conflitos psicológicos passados a força para derrotar seu inimigo atual no último segundo - aquele que tem em toda luta de Naruto EVER.


Obs.: Essa foi a primeira tirinha muda do Como eu realmente. O que vocês acharam? :)




Minas Gerais, estou indo!

Isso mesmo, meus pães de queijinhos! Viajarei para esta terrinha linda que tem duas das coisas que eu mais gosto no mundo - vocês e queijo minas - para participar da Bienal no dia 23 (domingo). Vai ter bate-papo, painel de tirinhas e, às 15h, encontro e autógrafos. Os horários completos estão no evento do Facebook. Estou doida para conhecê-los!


Eventos ao ar livre

5 de novembro de 2014


Aconteceu ano passado mesmo, enquanto eu andava pelo sambódromo do Rio de Janeiro à caminho do show do Aerosmith. Caiu uns dois rios Amazonas do céu, juro pra vocês. Saí de casa como a Coco Chanel do rock chic e cheguei no palco já parecendo um dementador albino.




Vai ter Como eu realmente na Bienal de Minas!!

Isso mesmo, seus bolindos! Estarei viajando para esta terrinha linda que tem duas das coisas que eu mais gosto no mundo - vocês e queijo minas - para participar da Bienal no dia 23 (domingo). Os horários completos estão no evento abaixo do Fb. Estou doida para conhecê-los!




Mercado da moda

2 de novembro de 2014

 

As massas sempre almejam se vestir e se portar como os ricos, celebridades e formadores de opinião, enquanto estes estão sempre tentando buscar coisas novas para se diferenciar das massas. Caímos no loop eterno que alimenta o consumismo moderno no mercado da moda. Sorte que descobri como sair dele. Prometi a mim mesma que só ia comprar roupas novas quando emagrecesse. Pronto, nunca mais vou comprar mais nada.

Obs.: Realmente existe uma teoria antropológica que estuda esse movimento de imitação/diferenciação, é a Teoria Trickle-Down.





SAIU A SURPRESA DE HALLOWEEN!!! Com vocês, a primeira coletânea de contos especiais do Nem um pouco épico! 13 autores nacionais, incluindo eu, foram convidados a escrever pequenos contos divertidos e/ou assustadores para mostrar que o Dia das Bruxas é muito mais que as reprises de Abracadabra na Sessão da Tarde. Ainnn, as histórias ficaram TÃO legais!


A que eu escrevi é a "A caçadora", a história de uma órfã que acompanha uma misteriosa caçadora de demônios e aos poucos descobre que ela não era aquilo que esperava. Corre, galera! Em todos os sentidos. Espero que gostem!





Novo evento no Rio de Janeiro, bolindos! Estarei participando do Projeto Paixão de Ler deste ano, que traz dezenas de programas culturais gratuitos pela cidade. Meu horário será no próximo sábado, 08/11, às 11hs, na Valongo Mais Social - Praça Jornal do Comercio - Saúde, próximo ao Centro do Rio. Espero vocês por lá! :)

Dia das Bruxas

29 de outubro de 2014


Se você for até a Fani Fangirl para elogiar sua fantasia de aluna da Sonserina, ela vai te olhar com uma expressão confusa e perguntar: "que fantasia? Eu me visto assim normalmente..."


Sugestão de tirinha da Carol Christo.


Voltar ao topo