• Tirinhas
  • Personagens
  • Livros
  • Curiosidades
  • Autora
  • Na mídia
  • Contato
  • English

Ideias


E o mais engraçado é que não existe um raciocínio lógico no meu cérebro, se tratando de boas ideias. É basicamente "Aquela batata do pacotinho tinha realmente a forma de uma zebra horizontal... CARAMBA, então essa é a solução pra sobrevivência da humanidade em Marte!!".


17 comentários :

  1. Caramba, primeira vez first!!!!
    ... Pior que é bem assim mesmo... Se eu me matar pra ter uma ideia não sai nada, mas na hora de dormir, quando começo a 'viajar' as ideias surgem... E nunca é algo coerente.

    ResponderExcluir
  2. A cada tirinha eu me identifico mais!Pelo menos eu não sou a única assim rs.Distração é criatividade.
    Eu no meio de uma conversa falo coisas do tipo:''Já imaginou que legal ter um americano chamado Ítalo?Ele seria um Ítalo americano :)'' Nunca vem nada que faça sentido.

    ResponderExcluir
  3. kkkk e é bem assim, mesmo! Às vezes eu tenho algumas ideias quando estou no meio de uma ligação ou fazendo um relatório!

    ResponderExcluir
  4. Eu ainda quero porque quero saber qual que é a idéia debatida que envolve bolinhos. Sem mais.

    ResponderExcluir
  5. Eu só pense durante o banho e na hora de dormir, na aula mesmo quando preciso meu cerebro desliga

    ResponderExcluir
  6. hum !!! Elementar ... !! agora tudo está claro !!

    ResponderExcluir
  7. Eu sei o que você quer dizer com isso, acontece o mesmo comigo, mas eu escrevo contos e poesias rs. Pra mim as horas mais inspiradoras são a do banho, de dormir, e quando ando de ônibus :)

    ResponderExcluir
  8. kkkkkkkkkkkkk essa foi boa

    ResponderExcluir
  9. Você simplesmente precisa fazer a senhorita garrinhas com gravata de frente, para que possamos ver *-*

    ResponderExcluir
  10. eu infelizmente tenho as minhas melhores ideias enquanto estou dirigindo e não posso anotar - quando consigo chegar perto de algum papel ou do computador, já sumiu....

    ResponderExcluir
  11. Bem legal, mas sabia que isso tem uma explicação científica? hehe

    ResponderExcluir
  12. Beatriz Martins Araujo23 de janeiro de 2014 14:18

    Eu tenho excesso de ideias, e isso acaba me atrapalhando.Tipo, o meu livro já teve uns 15 projetos diferentes de enredo, tudo por que a cada vez que vou organizar as idéias de uma maneira lógica tenho outras idéias e outras idéias. Pensei até em colocar o título de " Viajando na Maionese, uma história sem sentido"

    ResponderExcluir
  13. e é capaz delas morrerem também. Fazer quadrinho não é nada fácil

    ResponderExcluir
  14. Uma vez teve uma ideia extravagante de fazer uma viagem interestelar a um planeta desconhecido governado por insetos mutantes com uma inteligencia similar a nossa, mas a minha nave era pequena e parecia um pacote de biscoito, movida principalmente a maionese e milk shake. As formiganóides eram hostis e logo que cheguei ao mundo delas, me levaram para o formigueiro e me prenderam em uma espécie de calabouço. Lá me encontrei outros prisoneiros que também eram insetos antropoides. Embora eu não entendesse o que eles diziam, nós planejamos uma fuga verdadeiramente época. Graças as mariposas bípedes conseguiu fugir do formigueiro voando em cima delas como um grande cowboy. Porém, uma das formigas sentinelas conseguiu atingir a mariposa que me ajudava a escapar e ela morreu. Eu e meus outros companheiros de fuga jamais esqueceremos tamanho ato de bravura, descanse em paz companheiro, nós nunca o esqueceremos. Fugimos em direção a minha nave, mas ela estava sendo viajada por gafanhotos soldados que estava fortemente equipados com armas semi automáticas cujas balas eram feitas de sal puro, uma das mais letais desse mundo. Pelo menos para os insetos. As joaninhas me ajudaram a distrair os soldados enquanto o meu cachorro Rex que ainda não foi citado, mas estava por perto o tempo todo, resolveu usar suas técnicas de caotê, uma espécie de katarê canino, para golpear cinco grafanhotos de uma só vez. As Joaninhas, por outro lado, estavam em grande perigo porque as formigas haviam convocado suas tropas de abelhas ninjas para capturá-las. Sorte que o meu gato, Felúcios, que também não foi apresentado, resolveu pela primeira vez na vida deixar de ser preguiçoso e começar a agir. Ele juntou as patas e recitou umas palavras mágicas, logo em seguida seus pêlos ficaram dourados. Felúcios se transformou em um super felino. Sua verdadeira identidade até o momento nunca havia sido revelada, mas devido a esse caso de extrema necessidade ele resolveu se manifestar. Felúcios segurou a sua capa avermelhada e saiu voando, enfrentando todos os inimigos sozinho e os derrotando. O Rex também resolveu revelar seu segredo e se transformou em um CãoShomen, uma espécie de cão lobishomen

    ResponderExcluir
  15. isso sempre acontece comigo

    ResponderExcluir