• Tirinhas
  • Personagens
  • Livros
  • Curiosidades
  • Na mídia
  • Autora
  • Lojinha
  • Contato
  • English

Arte Contemporânea

 

Eu sei que a arte é muito mais sobre "o que significa" do que "o que você vê", mas se eu simplesmente não consigo entender nada, mesmo tentando, então aquilo não tem sentido pra mim. Custa pelo menos disponibilizar uns folhetinhos explicando aquilo para as pessoas menos inteligentes e perceptivas? Ou os artistas não querem popularizar a arte e preferem que as pessoas normais não ententam mesmo?

26 comentários :

  1. Eu tento entender, mas logo desisto. Acho que às vezes não é pra ser entendida... os caras fazem só pra todos ficarem olhando e fingindo que entendem alguma coisa...

    ResponderExcluir
  2. Tentar entender esses rabiscos e borrões, só com muita boa vontade mesmo! E o pior é se você disser que não entendeu, os cult's (ou hipsters se preferir... rsrs) ficam irritadinhos! hahahah

    ResponderExcluir
  3. Eu nao sei.. eu levo a arte contemporanea nao em "o que significa", mas sim "que sentimento ela me trás" rsrs sei lá, mas assim eu consigo ver e dizer algo sobre a arte... nao tento saber o q o artista tentou passar.. e sim o que ele conseguiu. =)

    ResponderExcluir
  4. Acho que é mais algo na linha "eu vou fazer algo extremamente complexo e esperar o dia em que as pessoas do mundo cheguem ao meu 'nível'." Pelo menos é isso que os modernistas queriam... Vai que ainda serve de motto pra alguns dos artistas contemporâneos? xD

    ResponderExcluir
  5. Arte nunca foi feita para se ter sentido. Ser estranho faz parte. :3

    ResponderExcluir
  6. E manda ver no ctrl+c e ctrl+v

    ResponderExcluir
  7. Segundo comentário assim, e como eu não entendo direito o que quis dizer, foi dizer a mesma coisa: muita gente se sente assim! =)

    ResponderExcluir
  8. Olá! Eu sou formada em Artes Visuais e vou ver se consigo esclarecer alguma coisa pra vocês. A arte contemporânea, diferente da arte moderna, está em busca da interação com o espectador, quer que a pessoa deixe de ser uma mera observadora do trabalho... Então, se você se sentir incomodado, ou achar estranho ou feio, parabéns! Você acaba de experimentar uma sensação sobre aquela obra de arte. Por isso que hoje existem muitas videoarte, instalações e afins que precisam que o observador interaja e faça realmente parte da obra. Resumindo: não tem a ver com o que significa para o artista, mas o que aquilo pode proporcionar pra você!!! Espero ter conseguido esclarecer um pouco...


    Obs,: Adoro seu blog e me identifico muito com as tirinhas!!! A propósito, gostaria de usar essa tirinha da arte contemporânea numa aula, posso?


    Abraços e Sucesso!

    ResponderExcluir
  9. Essa discussão sobre arte moderna, contemporânea, é ou não é arte é muito pra minha limitada cabecinha.

    Eu tento manter a minha mente o mais livre de preconceitos possível. Porque não ter preconceito algum é simplesmente impossível, ao menos para a espécie humana. Infelizmente eu tendo a ter uma visão bastante conservadora sobre arte, pois acho que ela precisa transmitir alguma coisa. Mas quando alguém olha um desenho meu e pergunta: "O que é isso?", sinto que fui eu que falhei, não o observador. Essa história de colocar o observador como participante da obra soa como preguiça do artista, na minha opinião. Se o artista faz algo que deve significar coisas diferentes pra quem vê, mas ele mesmo não tem ideia do que ele quis dizer, no meu entender, ele fez um mau trabalho.

    Mas quero deixar bem claro que isso é uma posição pessoal. Leve em conta que assumo minha quase completa ignorância em relação ao assunto, e uma lamentável mente fechada no que se refere a obras cujo entendimento é uma luta. A única coisa que essas obras me fazem sentir é confusão. E como o sentimento é o mesmo, as obras soam as mesmas pra mim.

    Eu faço um paralelo com quadrinhos. Visito uns cinquenta sites de tirinhas e quadrinhos diariamente. A parte mais artística da mídia, o desenho, varia enormemente de quadrinista pra quadrinista. O traço varia do francamente tosco a incrível beleza.

    A própria Niazinha, por exemplo, é uma bonequinha basicamente em duas dimensões, de expressões bem limitadas; acho que posso esperar nunca vê-la em poses Matrix ou Homem-Aranha. Mas dentro da premissa do blog, ela funciona perfeitamente. Traço, tema e texto harmonizam-se de forma a passar exatamente a mensagem que a autora deseja. Apesar de eu não ser exatamente o público-alvo de desenhinhos fofinhos cuticuti, este site virou, na primeira olhada, passagem diária obrigatória pra mim.

    Curioso, não foi só você que tocou neste assunto esta semana. Tem a ver com a matéria do Fantástico sobre a pintora mais jovem do mundo? rs

    ResponderExcluir
  10. Amo seu blog muiiitooo show dou varias risadas, pq na verdade a gente é assim mesmo ne kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk bjus e sucesso

    ResponderExcluir
  11. Folhas de Sonhos3 de julho de 2012 01:24

    Olá! Adoro suas tirinhas. Já curto a página e estou sempre lendo-as :)

    ResponderExcluir
  12. Folhas de Sonhos3 de julho de 2012 01:25

    Olá! Adoro suas tirinhas. Já curto a página e estou sempre lendo-as :)
    abraços,
    Luciana
    http://folhasdesonhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Oi, Amanda! Ajudou a esclarecer sim! Eu acho que quis dizer que a arte sempre foi muito mais do que nós vemos, já que o importante é o conceitual. Isso de provocar reações nas pessoas eu também considero como sendo justamente o conceito de uma obra - fazer as pessoas se sentirem, de alguma forma. Pra mim foi até difícil levantar a discussão dessa tirinha, já que eu pessoalmente trabalho muito nessa área de design/conceito e arte, e algumas pessoas que eu conheço poderiam até brigar comigo, hehehe. Mas eu quis ser sincera. Quando eu não entendo eu acabo não gostando da obra, já que o que me atrai é a ideia bem elaborada e que faz sentido pra mim. Agora se a obra tinha como objetivo me fazer confusa (ou irritada por não entender, ou feliz por ser algo bonito, ou qualquer outro sentimento), agora que você me explicou eu posso gostar um pouquinho mais dela sim! Acho que esse "conceito" de que a arte contemporânea é sobre como nos sentimos ao ver as peças deveria ser mais difundido para as pessoas (como vc está fazendo, obrigada!).
    E claro, pode usar sim. Fico feliz que goste!

    ResponderExcluir
  14. Danniela Goes de Aragão3 de julho de 2012 21:44

    Me lembra um fato curioso, quando a minha turma de Design Gráfico (somos do 1º ano) foi à uma exposição com a professora de desenho, faz menos de um mês isso, e posso dizer que pelo menos 90% dos 15 alunos não gostou muito não viu conexão do tema com as obras, fiquei pensando se era mal de designer ou se culpa da própria exposição.

    ResponderExcluir
  15. Gustavo Perdigão3 de julho de 2012 22:20

    Eu também "nintendo" nada de arte...
    E vou ser chato de novo: "veem" não tem mais acento.

    ResponderExcluir
  16. Pois é, eu também sei disso, não sei nem porque coloquei. O_o

    ResponderExcluir
  17. A minha idéia de arte contemporânea é que na verdade, o artista não sabe o que fez, mas finge com muito ego e soberba que aquilo é fantástico, e as pessoas da alta sociedades se fazem de intelectuais, e dizem que a arte dele é fantástica para não parecerem idiotas por não entenderem a tal arte. No final das contas, a arte está em enrolar um ricasso e fazer ele comprar um vaso sanitário com uma assinatura, ou uma tela com respingos de tinta, fazendo-o pensar que aquilo é arte.

    ResponderExcluir
  18. Poxa, eu também sou formada em Artes e fico bem chateada quando as pessoas tratam a arte a partir do clichê que elas têm na cabeça delas, ou dizem que foi "preguiça do artista", como eu vi nos comentários (acho que é preguiça da própria pessoa de saber mais antes de opinar). Não estou dizendo que não tem gente picareta e vendida, que não contribui com nada para o meio. Mas tem vários artistas que pensam muito no conceito da sua obra, e trabalha e pesquisa um tema por muito tempo.


    Tudo bem achar estranho, feio, terrível, tudo isso faz parte da arte. Acho que menosprezar é o que não pode. Alguém trabalhou e pensou nisso de verdade (estou me referindo aos artistas sérios). Se não entendeu a obra, tudo bem. Pense só no que aquilo despertou em você, não tem resposta errada. Não pense no que o artista quis passar, porque para cada pessoa vai passar algo diferente, porque cada um tem um repertório, portanto cada um percebe diferente.


    Espero ter ajudado.

    ResponderExcluir
  19. Ajudeou sim, "Pessoa"! =)
    Concordo com você. Houve esforço, e tem sentido, e desperta emoções. Afinal, isso é arte. Mas, como a proposta do meu site é sempre ser sincera, mesmo que isso seja um pouco polêmico, não quis esconder que grande parte das vezes o que a obra despertou em mim é justamente "caramba, que esquisito". Hahahah! Mas não me leve a mal, eu realmente valorizo o trabalho do artista "sério", acredite.

    ResponderExcluir
  20. A arte está nos olhos de quem vê

    ResponderExcluir
  21. Por mais que queiram buscar um sentido pra certas artes, acho que aquilo que não tem sentido é porque não tem sentido mesmo. Eu amo arte, mas pra mim, muita coisa é forçação de barra para ser considerado como arte.

    ResponderExcluir
  22. Esse rostinho no quadro é uma referência a Homestuck?
    Sei que a tirinha é antiga, mas não pude deixar de perguntar... :D

    ResponderExcluir
  23. Me lembro de um caso que meu pai me contou. Ele tinha ido à uma exposição de arte lá no Nordeste e viu um quadro que lhe chamou muito a atenção. Imagine um ovo cozinho partido no meio. A parte branca por fora e dentro amarela, sendo que a parte amarela estava cheia de outros ovos cozinhos partidos no meio. Meu pai então assumiu que eram realmente ovos cozinhos. O autor da obra estava por lá e meu pai perguntou à ele:
    "Então, o que realmente você está representando naquela pintura?"
    "Ah, sim, os ovários da mulher."
    Okay...

    ResponderExcluir
  24. na vdd a arte contemporanea nao é só isso da interação do público com a obra. muitas obras tem sim sentido, tem sim um conceito por detras. A Arte hoje é muito ampla, os artistas podem simplismente querer pintar algo ultra realista, assim como podem querer que voce fique lá pensando e questionando a obra dele. Te fazer perceber o mundo de outra forma, te fazer parar, refletir. Por isso, hoje, em todas as exposições tem os mediadores, que estao lá justamente para isso: fazer a mediação da obra para o público. É a melhor maneira de se entender a obra e o que o artista está propondo.

    ResponderExcluir
  25. O artista não pinta exatamente o que vê, mas o que sente diante do que vê. E ele tenta provocar nas pessoas o mesmo sentimento que ele teve ao visualizar aquilo

    ResponderExcluir