• Tirinhas
  • Personagens
  • Livros
  • Curiosidades
  • Na mídia
  • Autora
  • Lojinha
  • Contato
  • English

Terminando a faculdade


Quando eu tinha 15 anos eu era agressivamente a favor de as indicações de 16 anos dos filmes serem mais liberais. Eu pensava: "fala sério, um jovem de 15 anos hoje em dia vê muito mais que isso na internet! Que hipocrisia! Aliás, não é melhor a gente ver esse conteúdo mais pesado justamente pra se preparar pra vida?". Só que aí eu fiz 16 anos e automaticamente esqueci minha luta. Afinal, eu não precisava mais dela. Pensando melhor hoje, consigo fazer um paralelo com a política no Brasil. Temos um grupo de majoritariamente homens brancos e de meia-idade criando e vetando as leis de toda a sociedade. Quantos projetos para minorias são relevados por eles, que estão fora do público que elas afetariam e, portanto, ignoram a sua importância?

30 comentários :

  1. Sthefanie Pereira Jorge18 de setembro de 2013 10:41

    Como vou viver agora sem passe escolar?!!

    Isso me veio à mente um mês depois da minha formatura, quando acabaram os créditos do meu cartão eletrônico! =x

    ResponderExcluir
  2. Eu nunca aproveitei esse negócio de meia entrada. Eu era tão falida na época da faculdade que nem as meias entradas eu conseguia pagar! XD
    E sobre o comentário abaixo, infelizmente é muito real: é muito difícil alguém levantar a bandeira dos outros, ainda mais quem está bem confortável com o sistema atual. Só quando aperta o nosso calo a gente se mobiliza. =P

    ResponderExcluir
  3. Realmente muito triste parar com a meia entrada... T-T

    Há cada dia mais politizada em seus comentários, Nia!

    É um paralelo válido. E muito boa exposição e exemplificação sobre um problema macro com uma mostra de ideias dos tempos de puberdade! =)

    ResponderExcluir
  4. Solução pro lance da meia entrada: faça outra faculdade. Pra mim funcionou :p

    ResponderExcluir
  5. Cartão itaú paga meia, vamos crescer certo XD kk

    ResponderExcluir
  6. Minha maior preocupação era que eu teria que correr atrás de emprego fixo na área... afinal meu estágio não ia durar, depois de muito tempo do término da facul^^

    ResponderExcluir
  7. Hahahaha Bem eu essa tirinha!!! Fico até deprimida só em pensar em pagar 30 reais para ir ao cinema =S Acho que nunca mais vou em um. hauhauah

    ResponderExcluir
  8. Né? Esses homenzinhos representando pessoas e grupos os quais eles nem fazem parte, inclusive nós mulheres. O que os homens sabem sobre ser mulher?

    ResponderExcluir
  9. Embarque numa pós-graduação ou mestrado! Depois doutorado, e outra pós, e aí nesse ponto, você já tem 65 anos. Meia-entrada eterna.

    ResponderExcluir
  10. A tirinha foi ótima, mas o comentário... simplesmente genial! Eu o citaria na minha monografia, se pudesse... (e logo vou perder o direito a meia-entrada também. Estamos juntas nessa, Niazinha T-T)

    ResponderExcluir
  11. Lilian Bianca Alves Liila18 de setembro de 2013 22:16

    Outra dica (essa é boa pra sair acompanhada): usa um cartão mastercard de qualquer lugar, se inscreve naquele programa surpreenda e quando você compra uma você ganha outra entrada pra qualquer filme! =D

    ResponderExcluir
  12. Hahahahah, fique à vontade! E obrigada!

    ResponderExcluir
  13. Muito bom seu texto falando da meia entrada e das políticas públicas..a tira já tinha ficado ótima, ficou perfeita com esse adendo.

    ResponderExcluir
  14. Solução pra mim: Ir a cada começo de ano pegar o colantinho novo pra colocar na carteirinha velha da faculdade, gg.

    ResponderExcluir
  15. Niazinha, pode não ter nada a ver, mas eu deixei uma mensagem pra você no face com o mesmo apelo e também para o Will Leite. Existe alguma maneira de darem início a uma campanha contra coisas desse tipo? Vocês influenciam muita gente de forma positiva e esse cara do blog só pode ser um psicopata! Sem sacanagem, dá uma olhada nisso!

    Bju

    http://homemdebem.org/mulheres-sao-seres-puramente-sexuais/

    ResponderExcluir
  16. Bem colocado o seu texto... cada um resolve aquilo que lhe diz respeito! Infelizemente.

    Adoro as tirinhas... e odeio pagar inteira hahaha

    ResponderExcluir
  17. Viviane, a Polícia Federal tem uma página de denúncias para crimes contra os direitos humanos na Internet: http://denuncia.pf.gov.br/
    Já fiz minha denúncia, é só colar a url da página. Espero que mais pessoas façam o mesmo. Abraço

    ResponderExcluir
  18. Ivanilson Almeida de Souza19 de setembro de 2013 10:50

    e eu que to na facul não aproveito....

    ResponderExcluir
  19. Devo dizer que meia-entrada é um efeito colateral muito agradável de ter voltado pra faculdade. :oD

    ResponderExcluir
  20. Acho que uma campanha contra por sites de entretenimento só vai promover a página do cara.

    ResponderExcluir
  21. Vou confessar que eu achei que você traduzia as tirinha do inglês e que esta, no original, era sobre a enorme dívida que o estudante tem quando sai da faculdade...


    Mas acabei descobrindo que na verdade você faz tudo em porutugês e depois traduz para o inglês!


    Seu inglês, aliás, é ótimo. Tão bom quanto as historinhas da Nina. Vou passar a seguir as duas versões da sua tirinha pra aprender vocabulário cotidiano em inglês. :)

    ResponderExcluir
  22. Hahahahah, que nada, o meu foco sempre foi o site em português. Só comecei com as em inglês porque o pessoal pediu. Mas muito obrigada, fico feliz que goste! Mas lembre-se de que eu não sou nativa, então eu posso cometer erros lá, ein, hahahahah. Não me tome como padrão!

    ResponderExcluir
  23. Isso me lembra meu irmão, vivia reclamando do alistamento obrigatório, alistou, não serviu o exercito e ainda teve cara de pau de falar "agora que não servi, tanto faz tirarem a lei ou não". A gente só se preocupa com uma coisa quando ela afeta a gente, deixando de afetar, tanto faz :(

    ResponderExcluir
  24. e eu que devo pagar meia entrada e nunca paguei até hoje? (não fui no cinema nem no teatro,etc. ainda)

    ResponderExcluir
  25. Eu também concordo com Fex e Amanda. A propósito, a página está offline no momento. Não sei se já é resultado das denúncias.

    ResponderExcluir
  26. Alguém ir à internet escrever um monte de lixo não é violação dos direitos humanos. Desculpe, mas acho que vocês têm que aprender a conviver com a liberdade de expressão. Até quem não tem nada que preste a dizer também tem o direito de se expressar.

    ResponderExcluir
  27. Paulo, liberdade de expressão e pregar discurso de ódio e discriminação são coisas distintas, e o segundo é crime.

    ResponderExcluir
  28. O texto é machista e idiota, mas não é um incentivo à violência.

    ResponderExcluir
  29. Essa lei da meia-entrada é um absurdo. Só devia funcionar
    para serviços públicos. Para quem não sabe, o cálculo do bilhete de entrada só
    leva em consideração o preço da meia. EXEMPLO: o custo de um show de rock de
    R$500.000,00 com expectativa de 10.000 pessoas sairia por R$50,00 de custo/pessoa,
    Com uma margem de 100% o ingresso é vendido por R$100,00 a meia-entrada(pode acontecer de
    só jovens estudantes comprem. sendo assim, a inteira terá de ser vendida a
    R$200,00. Se 20% do público pagar inteira o lucro sobre para 140% e com 30% de
    adultos o lucro sobe para 160%.

    Quem paga a meia não é o estudante mas seu pai que se quiser
    acompanhar o filho menor, terá que pagar o dobro do valor real.

    ResponderExcluir
  30. é,ano que vem vou começar a me preocupar com isso!rsrsrs #TristeMuitoTriste

    ResponderExcluir