• Tirinhas
  • Personagens
  • Livros
  • Curiosidades
  • Na mídia
  • Autora
  • Lojinha
  • Contato
  • English

Filmes clássicos

Como eu realmente me sinto quando estou assistindo à filmes clássicos do cinema

A nota do filme Nosferatu é 8 no iMDb, apesar de eu estar até hoje tentando me recuperar das cicatrizes emocionais de quando tentei assisti-lo na faculdade. Isso acontece porque a importância de um filme para a história do cinema tem muito mais a ver com o contexto em que ele foi lançado, considerando as inovações e debates que trouxe ao cenário internacional. É óbvio que hoje vivemos em um ritmo completamente diferente, e é impossível qualificá-lo usando como parâmetro o gosto pessoal de uma garota geração Y como eu. Até aprecio muitos filmes clássicos, mas dos que não gosto vou me limitar a reconhecer seu valor para a história e seguir em frente, porque eu estaria me enganando demais se dissesse que curti só para me sentir melhor comigo mesma.


20 comentários :

  1. Aleandre Da Silva Costa1 de fevereiro de 2015 12:51

    Gosto é indiscutível, eu por exemplo adorei um filme clássico do Chaplin, tempos modernos. Mas muitos filmes que se destacaram ficam extremamente chatos vistos a partir da ótica de pessoas modernas. Mas foram feitos para o publico da época, com as limitações da época. Mas muita coisa envelhece muito bem, como os clássicos da Disney, mesmo com a parte musical sendo meio irritante. Agora você pega 2001 uma odisseia no espaço o filme consegue ser melhor tecnicamente que alguns filmes feitos na atualidade, mas aja paciência para assistir.

    ResponderExcluir
  2. Bruno Terto Dos Santos1 de fevereiro de 2015 13:27

    Oi Fernanda você tem razão, tem filmes que fora do contexto e épocas em que foram criados não tem mais graça de ser assistido, todo o conhecimento que temos hoje é resultado das experiencias que as pessoas tiveram antes de nós, mas do mesmo jeito que não vamos ligar para a moça do bip(pager) para enviar mensagens de texto ao invés de watts up, não vamos conseguir apreciar certos filmes.

    Tem filmes hoje em dia que vão concorrer ao Oscar que também se encaixam nisso, assisti foxcathecher e é muito bem interpretado, cameras são ótimas e tudo mais, mas, como você disse na bienal, quando uma coisa não consegue nos entreter,da vontade de dar alt tab, e esse filme se fosse no computador ao inves de cinema era alt tab certamente.Exitem vários gostos e eles devem ser respeitados mas pro meu gosto o filme não funcionou, talvez um Baby Boomer goste do filme :-)

    ResponderExcluir
  3. Exatamente! Existem muitos clássicos que até hoje encantam, tipo os da Disney, os Chaplins e os musicais (Cantando na chuva, Noviça rebelde etc.), mas outros que, apesar de bons, haja força de vontade pra assistir, hahahahah.

    ResponderExcluir
  4. Aleandre Da Silva Costa1 de fevereiro de 2015 13:49

    Alguns filmes e livros antigos a gente só tem contato obrigado pra fazer vestibular e trabalhos de escola, acho que os professores pensam se eu fui torturado com Dom Casmurro meus alunos também vão ter que passar por isso.

    ResponderExcluir
  5. Isso me lembra da época em que todos me falaram pra assistir Laranja Mecânica. Aguentei bravamente cada minuto daquele filme, mas sinto falta das horas de vida perdidas que não irei recuperar.

    ResponderExcluir
  6. É, a gente tem que tentar ver com os olhos da época.

    Até mesmo
    clássicos menos "clássicos", mas que são verdadeiros alvos de culto,
    como Star Wars, por exemplo, se analisados pela ótica cinematográfica
    atual, teremos que admitir que trata-se de uma história que obviamente
    não foi planejada pra durar mais que um único filme (a primeira
    trilogia, a segunda é uma porcaria por qualquer ponto de vista).

    Mas
    não se aflija: muitos desses filmes são chatíssimos mesmo. É difícil
    imaginar alguém se ligando emocionalmente àquela baboseira pretensiosa.
    Às vezes eu imagino se a galera que "ama os clássicos" não é o
    equivalente cinematográfico daquele mala que jura que entende arte
    abstrata.

    ResponderExcluir
  7. Total eu assistindo Bonequinha de Luxo. D:

    ResponderExcluir
  8. Eu sei q é o Nosferatu mas quando vi a foto só consegui lembrar do Bob Esponja.

    ResponderExcluir
  9. Nunca assisti Nosferato, mas sabia que é icônico. É tão trash assim?
    E nota: Essa observação sobre filmes antigos não se aplica aos filmes do Chaplin. Ao menos até hoje não vi um dele que eu não tenha rido/gostado.

    ResponderExcluir
  10. Já viu "O Garoto"? Especificamente, a cena em que o Chaplin cobre os policiais de porrada e sai pra salvar o menino? Especificamente do especificamente, a expressão dele quando ele está sendo contido e levam o menino embora?

    A partir dos 36 minutos: https://www.youtube.com/watch?v=MAUFUv1k9Zw

    ResponderExcluir
  11. Uma palavra (ou melhor, um número): 2001.

    ResponderExcluir
  12. kkkkk gosto não se discuti! Geralmente quando assisto os clássicos como os da tirinha não tenho paciência nem para terminar o filme, ainda bem que existem clássicos bons como Start Wars e Matrix rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  13. Já adorei a primeira tira que vejo ao estrear este blog (e todas as seguintes da primeira página). Vou acompanhar com certeza!

    ResponderExcluir
  14. Certas obras de arte possuem um significado que pode tocar tanto algumas pessoas quanto não pode fazer outras se emocionarem. Pinturas de arte abstrata, por exemplo, são pouco apreciadas, mas não menos importantes. O erro é cometido pelas instituições de ensino em obrigar os estudantes a não apenas perceberem os méritos de tais obras, mas que também apreciem-nas como seus tutores. O gosto é relativo.

    ResponderExcluir
  15. Ahhh, me senti assim quando assisti Os Pássaros, de Hitchcock. Estourei pipoca e tudo, porque afinal, clássico é clássico, né? Mas no fim eu estava indignada com as tosquices de alguns personagens.


    Resumo: nunca mais assisti nada dele, nem Psicose, apesar de conhecer o enredo. Tenho muitos problemas com estes filmes mais antigos, o santo não bate, sei lá. Foi como você disse, ritmo diferente, gerações diferentes.

    ResponderExcluir
  16. Opa há quanto tempo que eu não via no site. Parabéns sempre.
    Isso me faz lembrar uma discursão que eu ouço em um podcast sobre tokusatsu, falando do Godzilla, como a premissa sobreviveu tanto tempo entende.
    Eu tenho tido força para aguentar assistir filmes ultrapassados, a ponto de me divertir com a precariedade dos efeitos, mas sem os satirizar^^. Como eu sou fã essencialmente de histórias consigo me divertir^^.

    ResponderExcluir
  17. Eu fiquei com medo só de ver essa imagem!! * sou cagona mesmo! *

    ResponderExcluir