• Tirinhas
  • Personagens
  • Livros
  • Curiosidades
  • Na mídia
  • Autora
  • Contato
  • English

Diálogos metafóricos

Como eu realmente fico maluca quando os personagens enrolam com metáforas ou histórias demais na hora de responder perguntas chave da história

Pior ainda é quando acontece algum desentendimento entre os personagens e eles preferem começar a se odiar ou a brigar antes de conversar pra colocar tudo a limpo. Grrrr, dá vontade de amarrar todo mundo junto e falar "vocês só saem daqui quando se comportarem como adultos e esclarecerem tudo direitinho!" Alguém precisa apresentar as redes sociais pra esses personagens. Eles ainda continuariam brigados, provavelmente, mas postar altos textões cheios de indiretas no Facebook é menos agressivo que sair por aí dando tapa nos outros.



O Como eu realmente: vol. 2 lança esse mês! Olhem eu babando pelos dois volumes, hahahah. Espero o pessoal do RJ no lançamento dia 30, ein!

Como eu realmente: vol. 1 e seu novo irmãozinho, o vol. 2. Esse mês nas livrarias. Espero que gostem!! 󾍉

Posted by Fernanda Nia on Quarta, 13 de maio de 2015

16 comentários :

  1. KKKK, isso são os pequenos "fillers" da vida.

    ResponderExcluir
  2. Hahahahahah Sim! Sempre tem aquele mestre que fala por parábolas, nunca um que diga as coisas claramente.

    Um diálogo que sempre acho graça em ficção é quando o vilão FINALMENTE tem a oportunidade de destruir o mocinho, mas resolve contar o seu plano maligno do início ao fim, explicando tim tim por tim tim, só pra dar tempo do mocinho fugir ou reagir rs

    ResponderExcluir
  3. Mas Nia... se ele responder logo a pergunta, ou se tudo puder ser resolvido em uma conversa, não é um filme de 3h e meia, mais duas continuações para fazer uma trilogia milionária: vai ser um curta metragem sem nada de ação e pancadaria. Como é que os produtores vão ganhar dinheiro?

    ResponderExcluir
  4. A função do monólogo do vilão é que o espectador entenda porque ele está fazendo aquela bagunça toda.

    ResponderExcluir
  5. Sim, sim, eu entendo a função, mas não deixa de ser um BAITA clichê (acontece quase sempre). E há outros caminhos para passar essa informação também (o mocinho descobre por si só, flashbacks, o vilão conta quando estiver morrendo etc)

    ResponderExcluir
  6. Mestre dos Magos, mestre em nunca responder porra nenhuma.

    ResponderExcluir
  7. Beatriz Martins Araujo13 de maio de 2015 12:26

    Mestre dos Magos faz isso com tanta frequência que não dá pra saber se ele tá tentando trollar o pessoal ou tentando ensinar o papel da linguagem metafórica de uma forma mais ~Lok4~.
    Isso também me lembrou um tweet do Pe. Fábio de Melo: "Você está apressado, faz uma pergunta objetiva, e a pessoa lhe presenteia assim: A" história é longa. No ano de 1886..." HAHAHA!

    ResponderExcluir
  8. kkkkkkkk pura realidade XDD será que é tão dificil? XD

    ResponderExcluir
  9. Hahaha, quando minha mãe ainda assistia novelas e reclamava de personagens burros era isso que eu dizia para ela, xD. Afinal, se todo mundo fosse inteligente e sensato a história acabaria em três capítulos, e olhe lá! rss

    ResponderExcluir
  10. Hahaha, lembrei da minha infância agora. Cavaleiros do Zodíaco, DBZ e qualquer outro anime do gênero dos anos 90 era CHEIO dessas explicações vilanescas (os atuais também devem ser, mas eu já não os acompanho). O pior é ver @ mocinh@ tonto lá, paradinho, ouvindo a explicação. Quem se importa com o motivo do vilão para destruir o mundo?! Se ele vai mesmo acabar com tudo, o mais sensato seria aproveitar a deixa e derrotá-lo o quanto antes, rss.

    ResponderExcluir
  11. Franciele Miranda da Rocha15 de maio de 2015 07:49

    hahahaha... bem nessa!
    ps.: só eu que estava com saudades do Sargento Fofura?

    ResponderExcluir
  12. Tiago Barbosa Do Nascimento15 de maio de 2015 08:58

    a Garrinhas vai junto no cinema e ainda faz a Nia pagar o ingresso pelo assento dela.

    ResponderExcluir
  13. É que geralmente os mocinhos estão incapacitados nesses momentos (estão presos, não conseguem andar, paralisados, coisas assim), daí são obrigados a ouvir a lengalenga. Ia ser hilário se o mocinho dissesse "Não quero saber, obrigado". O vilão ia ficar "WTF?".

    ResponderExcluir
  14. Pior é que eles sempre deixam o mestre ir desaparecer e depois ficam se perguntando o que ele quis dizer. Ninguém nem para segurar o velho pelas barbas e mandar a real pra ele “Não, peraí. Nós estamos numa situação de vida ou morte aqui e não temos tempo para esse seu papo zen new age. Então você não vai embora até explicar essa mer#$ de uma forma clara, concisa e que todo mundo aqui consiga entender.”

    ResponderExcluir
  15. E certeza que ela fica torcendo pro vilão.

    ResponderExcluir
  16. Ahahahah mesmo! Adorei a tirinha :D

    ResponderExcluir