• Tirinhas
  • Personagens
  • Livros
  • Curiosidades
  • Na mídia
  • Autora
  • Lojinha
  • Contato
  • English

Pão túnel

O momento de tristeza profunda de quando o pão vem com um buraco.


Buraco na minha alma (TRADUZIDA)

Era a fome do esquecimento dentro de mim
O vazio que consumia por dentro meu ser
Eu fui à geladeira a ânsia do prazer
A ânsia do júbilo sublime da perdição
Mas o pão
O pão cavernoso fez partir a dor em mim...

(Refrão 2x)
O pão fez um buraco na minha alma
(Na minha alma)
Uma tormenta ao Senhor Sombrio do Meu Estômago
(No meu estômago)
O pão fez um buraco na minha alma
(Na minha alma)
Que geleia nenhuma pôde preencher

(Solo de guitarra)

Que requeijão nenhum pôde satisfazer

por Bolinhos Tormentuosos, banda alemã de Gothic Metal que fundei agora por causa de pão.

0 comentários :

Postar um comentário