• Tirinhas
  • Personagens
  • Livros
  • Curiosidades
  • Na mídia
  • Autora
  • Contato
  • English

Princesa


Além da falta de protagonistas femininas que são as heroínas de suas próprias histórias, ultimamente tenho torcido o nariz para outra caracteristica comum em romances clássicos por aí (incluindo os da Disney): amor à primeira vista. O casal troca um olhar e pronto, já estão apaixonados pela eternidade. Isso não é amor, gente. É pura atração física, baseada na camada mais superficial que um indivíduo pode ter, que é a aparência. Amor nasce quando você conhece as camadas mais profundas; quando você descobre as virtudes e defeitos de um outro alguém e aprende a admirá-los ou aceitá-los. Amor de verdade nasce com o tempo, não com um olhar trocado com um estranho do outro lado do salão.


82 comentários :

  1. Concordo! Por isso eu gostei tanto dos filmes Valente e Mulan, duas histórias em que a mocinha arregaçou as mangas!

    ResponderExcluir
  2. Na minha opinião, Frozen é quase um meio termo :P

    ResponderExcluir
  3. O dragão não tá com cara de quem quer arrumar confusão.

    ResponderExcluir
  4. Não julgue Senhor Foguinhos pela aparência.

    ResponderExcluir
  5. Concordo totalmente. Infelizmente está 'na moda' amor a primeira vista. Adorei sua definição! Pode deixar que vou escrever um romance que a menina se salva kkk

    ResponderExcluir
  6. Guine Vigeé Lebrun7 de maio de 2014 21:15

    Nossa, finalmente que pensa como eu... Eu nunk consegui entender isso de primeiro amor.. vc olha alguem e pronto, é amor pra sempre... fala serio... e pior é quando " a princesa se apaixona pelo principe, principe este que é arrogante e orgulhoso" mas a criatura ver o caralho a quatro da personalidade interior dele sem nunk ter falado nem "e ai?" ¬¬

    ResponderExcluir
  7. Mulan! <3


    Mas a minha opinião de Valente é um pouco polêmica, hahahahah. Não gosto muito. Fiquei impressionada quando assisti com a minha mãe e ela definiu a história como "um filme sobre uma garota que se meteu na floresta de pirraça e comprou um veneno de uma bruxa estranha pra mãe parar de encher o saco dela". Sei lá, hahahahah.

    ResponderExcluir
  8. O Dragão devia virar um novo Meme viral da internet... olha o rostinho dele

    ResponderExcluir
  9. Matheus Pimenta Simões7 de maio de 2014 21:28

    Por isso que na versão original a pequena sereia morre e o único desenho de "Real" amor verdadeiro é a "Princesa encantada", Onde a princesa viajava de tempos em tempos para o castelo do príncipe quando criança e quando adultos se apaixonaram...

    ResponderExcluir
  10. Por isso prefiro as histórias do estúdio ghibli... <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente. Falou e disse. E todas as mães deviam conhecer e mostrar pra suas filhas. Hehehe

      Excluir
  11. Já assistiu A Princesa e O Sapo ? É no estilo Mulan... E bem bonitinho mesmo, um final "reviravoltico" e inesperado ;)

    ResponderExcluir
  12. bom, pelo menos a Bela teve tempo de ver além da camada peluda e se apaixonar pela Fera... porque afinal ela havia sido sequestrada e não tinha nada mais pra fazer além de desenvolver uma séria Síndrome de Estocolmo.


    ps: eu amo A Bela e a Fera. ;P

    ResponderExcluir
  13. Perfeito o comentário sobre amor à primeira vista! Penso o mesmo, é como se eu tivesse escrito.

    ResponderExcluir
  14. Sr. Foguinhos...gostei!

    ResponderExcluir
  15. Ei, não é que é mesmo?

    ResponderExcluir
  16. A Mulan como já foi dito e até a própria Pocahontas não era passiva diante da sua própria história, apesar do encantamento à primeira vista

    ResponderExcluir
  17. Quem já é fã a algum tempo do Como eu realmente vai reconhecer esse dragão!
    Eu, a Bela e a Elsa concordamos com você Nia!

    ResponderExcluir
  18. Guilherme César7 de maio de 2014 22:30

    Vi uma vez no 9gag uma coisa que é até verdade. Um filme da disney de 60,70 anos atrás as mulheres(princesas mais inclusas) eram mais dependentes,delicadas, sonhadoras e "donas de casa". Dos anos 90 pra cá, elas tão mais independentes e nos filmes delas, elas são mais protagonistas, ao invés de ser só parte do casal do filme. Mas sobre o amor a 1ª vista, é "impussibru!" a Disney largar isso nos filmes dela, assim com os animais fofinhos falantes e aquele coadjuvante engraçadinho super-carismático melhor amigo do principal, seria como a Srtª garrinhas deixar de dominar o mundo e resolver ser só um gato de estimação kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  19. 3ª alternativa: faria amizade com o dragão :3

    ResponderExcluir
  20. Ana Carolina Cordeiro7 de maio de 2014 22:51

    Eu nunca gostei muito dos filmes das princesas "clássicas", eu gosto mesmo é da Mulan <3... Mas, na real, se fosse eu na tirinha de baixo, ia proteger o dragão. Que carinha de dó dele :B

    Quando eu era pequena, ganhei um livro da minha irmã que chamava "procurando firme" da Ruth Rocha. Era a história de uma princesa que queria sair por aí matando dragões! Esses livros de infância marcam tanto a gente, acho que por isso eu não consigo gostar desses filmes.

    ResponderExcluir
  21. Por isso que Mulan é awesome e não se fala mais nisso.
    E agora, para o sofrimento de alguns, também podemos citar Star Wars, onde a Leia é desde o inicio cabeça da rebelião e ainda odeia visceralmente o cara que futuramente ela passa a amar.

    ResponderExcluir
  22. Fora Valente, Frozen também veio para tirar esse esteriótipo. Nada de amor a primeira vista ;)

    ResponderExcluir
  23. Realmente a história é superficial. Mas tirou bastante o esteriótipo da princesa/dama/indefesa.

    ResponderExcluir
  24. Amor a primeira vista em Frozen = fail o/

    ResponderExcluir
  25. Artur Bonifácio8 de maio de 2014 00:06

    Concordo, Fernanda!

    Amor é como um Bolinho! Você pode se apaixonar pela beleza exterior, ficar encantado com ele. Mas pra saber o quanto aquele bolinho é especial você precisa ir lá, se arriscar, pegá-lo com as mãos e sentir todas suas qualidades e defeitos. É ir mordiscando e saboreando cada pedacinho dele. Camada por camada, até chegar no recheio. Lá, terá total certeza do tanto que o bolinho é especial! E mesmo que venha aquele pedacinho de papel numa mordida: não importa. É só um percalço que não desabona ou te faz desistir de tudo de bom que aquele bolinho tem. De tudo aquilo que faz dele especial! =P

    Não tive como não fazer essa "análise" =D

    O Amor é como Um Bolinho!

    ResponderExcluir
  26. Valente não tem muito da Disney, é praticamente toda da Pixar, então acho que não vale. Mas tem também Frozen, que é da Disney e foge bastante dos estereótipos (tá, ainda tem o amor-a-primeira-vista-padrão, mas pelo menos o roteiro não gira em torno disso).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse amor a primeira vista padrão está no filme justamente pra dizer que ele não existe...

      Excluir
  27. Mas a sua tirinha se refere a Disney até os anos 90, né? Desde A Bela e a Fera a Disney tenta quebrar o esteriotipo de amor a primeira vista! Apesar de que no caso da Bela era Stockholm, né. Mas Frozen! O filme até força a idéia de "você não pode casar com um homem que acabou de conhecer". A princesa e o sapo, a Tiana é independente e workaholic, e ela é a heroína da história. Mulan salva a China praticamente sozinha. A Disney vai se adaptando aos tempos, eu acho que isso deve ser levado em conta! Quer dizer, se você comparar a Branca de Neve com a Ariel, até aí já houve uma tremenda mudança.

    ResponderExcluir
  28. Essa história de camadas mais profundas só me lembrou Shrek e a discussão com o Burro sobre cebolas e bolos =P

    ResponderExcluir
  29. HAHAHAHHAHAHA análise perfeita! <3

    ResponderExcluir
  30. Achei que você diria: "Aproxime-se, belo dragão, e ajude-me com esse patife que toma-me por estúpida e quer arruinar a minha vida inocente! Dracarys!"


    hahahaha

    ResponderExcluir
  31. Fernanda Vasseur8 de maio de 2014 09:17

    Eu acho que a Bela é uma das poucas princesas que sai do 'lugar comum' da Disney, ela enfrenta os problemas e não fica pedindo pro principezinho fazer isso por ela! hahahhah
    (sem contar a cena que ela fica mega feliz qdo a Fera mostra a biblioteca pra ela! Que outra princesa ficaria feliz com isso?!)

    P.S: tbm amo a Bela e a Fera :P
    P.S.2: Que emoção, comentando no blog da Nia, respondendo um comentário da Bianca Pinheiro...é muita emoção gente! =D

    ResponderExcluir
  32. Esse filme Frozen é bem legal mesmo, e até q em uma cena do filme a Elsa diz que você não pode casar com a pessoa que acabo de conhecer XD

    ResponderExcluir
  33. A bela é o maior exemplo de que não importa se ele é feio des de que seja BILIONÁRIO E TENHA UM CASTELO

    ResponderExcluir
  34. ou desde que seja gentil e/ou se esforce para isso... é outra leitura possível. até porque o fato de ser um castelo não a impressiona, visto que ela se sente presa lá.

    ResponderExcluir
  35. é verdade! e quando o Fera se machuca com os lobos ela o coloca SOZINHA em cima do cavalo e volta pro castelo pra cuidar dele. além de tudo ela tem super-força!

    ResponderExcluir
  36. As princesas Disney dos anos 90 em diante são bem mais ativas e independentes do que as clássicas.

    Por exemplo, a Esmeralda do Corcunda de Notre Dame, Mulan, a Nala do Rei Leão, a própria Jane, Pocahontas, Jasmine, Mérida... embora algumas delas não sejam láááá aqueles ideais feministas (muitas ainda são "salvas" durante algum momento do filme), ao menos têm personalidades bem marcantes, independentes e interessantes, e desenvolvem relações com seus coprotagonistas sem aquela submissão típica da Cinderella ou Branca de Neve.

    ResponderExcluir
  37. Eu também tenho essa impressão sobre Valente. A mensagem que passa é que é válido envenenar seus pais se eles não compreendem a linguagem da nova geração.

    ResponderExcluir
  38. Depende. A Esmeralda não se apaixona pelo Febo à primeira vista (ela se interessa por ele, mas só realmente se apaixona quando ele demonstra seu caráter). A Bela idem. A Nala conhece o Simba desde criança.

    Mas realmente, é uma situação bastante constante nos filmes da Disney.

    ResponderExcluir
  39. Seria a princesa mais legal,linda e divertida de todas!! Merecia filme pra bombar no cinema,livros,séries,coletâneas e tudo mais que tiver pela frente!

    ResponderExcluir
  40. Shuashua! Adorei a tirinha, e concordo muito com a sua opinião sobre amor a primeira vista. Mas eu não acho que TODAS as princesas da Disney são assim. Eu concordo que a Branca de Neve e a Bela Adormecida são uma vergonha total, mas Mulan, Tiana, Elsa, Esmeralda... Elas são diferentes, não?
    PS: QUE DRAGÃO FOFINHO *--*

    ResponderExcluir
  41. Thayane Novellino8 de maio de 2014 18:53

    Por isso sou fascinada por Mulan! Uma das minhas heroínas favoritas! :3

    ResponderExcluir
  42. Bruno Terto Dos Santos8 de maio de 2014 21:35

    EEEEhhh novo personagem Sr Foguinhos, cade a descrição dele na aba de personagens?

    Ps: você é boa pra dar nomes pra personagens

    ResponderExcluir
  43. Acho que amor a primeira vista neste caso poderia ser pelo dragão que está uma gracinha!!! S2 "Afaste-se belo estranho! Domarei este dragão e o levarei para casa, onde será tratado como um príncipe!

    ResponderExcluir
  44. Mas Sr. Foguinhos já apareceu antes na tirinha "Spoilers".

    ResponderExcluir
  45. Eu só seria uma princesa se isso incluísse um belo Arco e Flechas. <3

    ResponderExcluir
  46. Príncipe: Bom dia...
    Princesa: Aceito!

    ResponderExcluir
  47. nao podia concordar mais com oq vc falou sobre o amor a primeira vista ;)

    ResponderExcluir
  48. "pavê. todo mundo gosta de pavê" adoro o burro hahah <3

    ResponderExcluir
  49. adoro star wars, mas praticamente não tem personagens femininas... a Leia tem 1 personalidade muito forte, mas msm assim fica td a trilogia sendo salva :s

    ResponderExcluir
  50. acho que vcs estão indo mto numa onda de inversão de papeis! É mais apreciável o principe valente, do que o banana que é protegido pela princesa, na vida real dificilmente uma mulher iria gostar de um cara assim! e com toda razão! Não ha nada de errado em uma mulher ser frágil e indefesa, isso tbm faz parte da feminilidade! ningm precisa ser uma amazona para provar que é virtuosa! Pelo visto hoje em dia as pessoas estão querendo que até as princesas clássicas da disney sejam feministas! e convenhamos, diante de um dragão que cospe fogo, nem homem e nem mulher se meteriam a besta, a atitude mais sensata seria correr e correr pra bem longe! rsrs

    ResponderExcluir
  51. Anderson Dos Santos11 de maio de 2014 10:57

    Jasmin (especialmente na série), Bela, Mulan, Tiana, Elza, Leia, Xena e Merida discordam desse lance de "princesa aflita" kkkk

    E falando em Elza é zoado ver ela dizer "Não se casa com um homem que acabou de conhecer" :D

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
  52. Mascu machista opressor11 de maio de 2014 23:31

    É mais que óbvio que esse conceito de se apaixonar pela primeira pessoa que aparece na frente está em desuso,tanto é que os próprios filmes da Disney fazem uma brincadeira com isso, agora vocês querem criticar filmes do tempos que minha vó era virgem por fazer o uso disso? Não podem curtir os filmes sem ficar apontando o óbvio? Agora só faltam querer que os antigos filmes tenham um final menos machista, como a Cinderella se tornando uma executiva e a Branca de Neve dando porrada na bruxa.
    Gees, vocês levam tudo a sério.

    ResponderExcluir
  53. um cara qualquer12 de maio de 2014 00:52

    sinceramente, no meu caso a frase seria "fujamos juntos", a menos q vc tenha super poderes que pessoa sensata encararia um dragão???
    é por isso q eu acho q o melhor filme de contos de fada é shrek, mostra como as coisas realmente seriam o "principe" (na verdade um lorde) terceiriza o trabalho de resgatar a princesa, e o ogro que ficou responsavel pelo trabalho pega a princesa e sai correndo, num é um louco que quer enfrentar um dragão

    ResponderExcluir
  54. Sem contar que a história toda de Brave se passa no período de dois dias, e em poucos km de distância...


    Eu fiquei bravo com Brave porque a história começa, emociona, toma forma e se eleva com a princesa fugindo... pra depois, do nada, ela virar uma história mediana, aonde a princesa perde força, a mãe não convence como urso (e sério, um urso? What?), e uma ambientação épica se torna uma história água-com-açúcar entre uma menina e sua mãe...

    ResponderExcluir
  55. Gente ninguém fala de Frozen é um ótimo exemplo de história com uma protagonista independente e que não se apaixona facilmente.

    ResponderExcluir
  56. Bruno Terto Dos Santos14 de maio de 2014 21:01

    Nossa Lilli, bem lembrado, analisando agora, parece que a Niazinha domou esse dragão nessa tirinha para poder usa-la na outra rsrsrs

    ResponderExcluir
  57. Era assim nos filmes antigos da Disney. Os mais recentes estão mudando. Tanto que Frozen faz até uma crítica sobre isso a respeito do noivado de Anna e Hans. Elsa, quando fala "não pode se casar com alguém que acabou de conhecer", Kristoff quando indignado fala: "quem se casa com alguém que acabou de conhecer" e o próprio Hans "estava tão obcecada pelo amor que decidiu se casar comigo de uma hora pra outra". Sem contar que 3 filmes da Disney abordam outro tipo de amor além do amor entre um casal. Mulan retrata o amor entre pai e filha, não é o foco principal, mas é o que move a trama, pois Mulan queria salvar e honrar o pai velho e doente. Valente retrata o amor entre mãe e filha, Merida e Elinor aprendem a conviver uma com a outra durante a trama. E Frozen, que retrata o amor entre irmãs. O legal é que Frozen mostra variadas formas de amor, além do amor de irmãs e de namorados, Frozen retrata o amor de amigos, a amizade é uma forma de amor, ele mostra a amizade de Kristoff e Sven e de Olaf pela turma.

    ResponderExcluir
  58. Não é nem feminismo. A questão é que uma princesa heroína e um príncipe menos romântico agrada meninos e meninas. E o formato clássico agrada só meninas, e nem todas. Vende mais fazer um filme que agrada todo mundo. Porque desde sempre as princesas tinham o seu nível de feminismo. Elas podiam sonhar alto, o que a mulher não podia fazer antigamente. A Branca de Neve talvez não, mais da Cinderela pra frente temos uma evolução. A Cinderela já reclamava da sua vida, mostrava indignação e desafiou a madrasta a respeito do vestido do baile. Aurora, não era revoltada igual a Cinderela, mas ela fez algo muito a frente de sua época que foi chamar o príncipe pra um encontro (com muita vergonha e timidez, mas ela o fez). Ariel toma a iniciativa de ir atrás do príncipe e as outras não preciso falar né. E o príncipe galante herói não existe, e a Disney anda trabalhando desde A Bela e a Fera na figura do príncipe. Ele foi ficando mais normal, mais simpático, mas ainda corajoso e valente.

    ResponderExcluir
  59. Eu nem gosto de quando chamam a Mulan de princesa. Ela é uma heroína! O mesmo eu penso da Elsa, ela é uma rainha. Princesa é muito pouco

    ResponderExcluir
  60. Em Enrolados e em A Princesa e o Sapo também. O casal só se apaixona mais ao final

    ResponderExcluir
  61. Que isso, a Mulan demorou pra se interessar pelo Shang. Ela só se casa com ele no final do segundo filme

    ResponderExcluir
  62. Nataniele Burguêz18 de maio de 2014 12:47

    Por isso sempre amei a Mulan. Ela enfrenta toda a China pra defender o pai e trazer honra a sua familia. Mulan é diva demais <3

    ResponderExcluir
  63. "Tem pessoas pelas quais vale a pena derreter"

    Owwwwn, eu amo frozen justamente pelo ato de amor verdadeiro ser com a irmã

    ResponderExcluir
  64. eu acho que eu tentaria mexer no dragao como se fosse um gatinho uahuahauha

    ResponderExcluir
  65. A Disney está cada vez melhor na abordagem desse assunto. :)

    ResponderExcluir
  66. O meu desenho favorito da Disney é a Bela e a Fera, o cara era um mostro terrível e ela conseguiu ver o lado sensível dele além de salvar seu pai de ficar preso pro resto da vida e salvar o príncipe no final quebrando a maldição, foge mt dos "padrões" da Disney pq ela é a heroína e ñ ele

    ResponderExcluir
  67. Bela análise. exato.
    E já que o tema é princesas disney, eu gosto da Rapunzel... Bicha atentada.
    Bela e Merida tambem. nessa ordem, e exatamente pelos motivos listados pela maioria.

    ResponderExcluir
  68. O que, você não assistiu A Pequena Sereia, A Bela e a Fera, Aladdin, Pocahontas, Mulan, A Princesa e o Sapo, Valente e Frozen? Ou seja, todos os filmes das princesas oficiais depois da Bela Adormecida?

    ResponderExcluir
  69. Eu não quero ser rude. mas e a Ariel, Bella, Jasmine, Pocahontas, Mulan, Tiana, Merida, Ana e Elsa? Basicamente todas as princesas depois da Aurora são completamente diferentes desse estereótipo.... Bom, pelo menos na minha opinião.

    ResponderExcluir
  70. Isso tem mudado MUITO! Desde a Bela de A Bela e a Fera, até a Merida de Valente e a Anna e a Elsa de Frozen! Inclusive é um assunto extremamente discutido em frozen!

    ResponderExcluir
  71. na verdade, a jasmine passa um certo tempo com o Aladdin tb

    ResponderExcluir
  72. Um dos motivos porque eu adoro esse filme é que a Bela e a Fera precisaram se conhecer melhor antes de se apaixonar. Mas já tÔ cheia desse lance de Síndrome de Estocolmo... por favor, faz uma pesquisa pra ver o que é realmente isso.

    ResponderExcluir
  73. Uma das coisas que eu gosto na Elsa (embora não seja fã de Frozen) é como ela reagiu a esse clichê. A irmã mal conheceu o Hans e já estava louca pra casar com ele; e a Elsa cortou na hora: "Você não pode casar com um homem que acabou de conhecer." Nos dedos!

    Se você lê inglês fluentemente, eu te recomendo (e pra quem vem aqui também) o blog Rejected Princesses. Um ex-artista da Dreamworks está fazendo uma série de ilustrações homenageando mulheres que jamais estariam num filme Disney porque suas histórias são muito violentas ou bizarras. Tem uma mulher espadachim que tocou fogo num convento pra resgatar sua amada, tem uma jornalista que combatia os linchamentos nos Estados Unidos, e uma princesa mongol que desafiava os pretendentes para uma luta, para não ter de casar com eles. Só alguns exemplos.

    http://www.rejectedprincesses.com/

    ResponderExcluir
  74. Eu li a versão em quadrinhos, olhei uns pedaços e não gostei, tanto por aquela mãe chata de galocha como porque lembrava demais Irmão Urso, que eu detesto. Acho que a Rainha Elinor deveria ter sido transformada num abutre ou algum outro bicho.

    ResponderExcluir
  75. Pensei o mesmo, a carinha dele parece que tá dizendo: "O que foi que eu fiz pra me ameaçarem desse jeito?"

    ResponderExcluir
  76. Não se iludam com a aparência exterior, muitas vezes as pessoas caem nessa armadilha e se arrependem pelo resto da vida. O amor é um sentimento que se distingue completamente da paixão, é necessário tempo e convivência para você passar a gostar realmente daquela pessoa. Infelizmente, em uma sociedade com altos altos índices de violência especialmente se tratando da doméstica fica difícil para às mulheres escolherem adequadamente seus parceiros e muitas vezes levar uma vida independentes.

    ResponderExcluir
  77. Sabe o que está acontecendo realmente? O príncipe de antigamente era um protótipo de homem que toda mulher sonharia em se casar. Ele era uma pessoa com muitas qualidades e poucos defeitos. Com o passar do tempo, a Disney tentou adaptar gradativamente a personalidade dos seus personagens para a nossa realidade. As princesas passaram a ser menos submissas e dependentes, já os príncipes continuam sendo simpáticos, mas às vezes acabam demonstrando seus defeitos como o fato de serem teimosos, arrogantes e um pouco chatos. É claro tudo na dosagem certa. Deve haver um equilíbrio entre qualidades e defeitos para o personagem não se transformar em um vilão e ser odiado. Os defeitos devem existir para serem superados gradativamente, eles servem para humanizar os personagens, tirando aquela imagem de serem sempre "certinhos", afinal não existe ninguém perfeito. É mais fácil as pessoas se identificarem com os personagens através dos seus defeitos do que pelas qualidades. Acho bonito quando um príncipe egoísta, arrogante e insensível passa a se importar mais com a princesa à medida que a conhece melhor, dando inicio a um sentimento conhecido como amor a ponto de querer estar sempre perto para poder reconquistá-la.

    ResponderExcluir