• Tirinhas
  • Personagens
  • Livros
  • Curiosidades
  • Na mídia
  • Autora
  • Lojinha
  • Contato
  • English

Autor coelho sádico


Outra coisa que me deixa triste é quando o livro termina com um epílogo contando a vida e a morte dos personagens depois da história. É uma forma dura de te mostrar que a aventura deles realmente terminou. Prefiro quando os autores têm piedade de mim e me deixam guardar na memória meus amigos e amados fictícios no seu auge. Mas reconheço que nem sempre é possível. Os livros, por mais fantásticos que sejam, ainda trazem a alma da vida real, e com ela vêm as inevitabilidades que infelizmente temos que respirar fundo e aprender a superar.


31 comentários :

  1. O pior quando o livro é extremamente bom e acaba, leva pelo menos 1 minuto para lembrar quem eu sou e por que existo. Ai lembro que não faço parte daquele universo e fico no meu cantinho chorando D:

    ResponderExcluir
  2. É exatamente assim! Diferente de você, adoro epílogos. Alguns são necessários para sabermos o que acontece no fim da história, e outros porque eu quero simplesmente ver se a aventura dele continua ou não (em alguns livros, a aventura continua, só não precisa ser relatada).

    The Lord of Thrones

    ResponderExcluir
  3. Meu comentário é sobre o lançamento do seu livro, infelizmente não pude ir... Mas confesso que fiquei emocionada com a sua emoção, rsrs. É uma alegria muito grande ver o sucesso daqueles pelos quais tenho carinho, e você, com suas tirinhas lindas está no meu coração, abraço grande!!!!!!!

    Juliana Abdon

    ResponderExcluir
  4. Sua fofa, muito obrigada por tanto apoio! Outro abraço maior ainda pra você! <3

    ResponderExcluir
  5. Aí o autor vai e nos "dois anos depois" escreve que o amor não foi correspondido e ela terminou com outro cara. Fim

    ResponderExcluir
  6. hahaha realmente é bem por aí que acontece!! Vou tentar participar do bate papo. Uma pena não ter conseguido ir ao lançamento, mas espero te encontrar na bienal.


    bjos

    ResponderExcluir
  7. Eu não me lembro da última vez que li um livro com esse tipo de final, mas eu com certeza ficaria p da vida com o autor, rss. Um tipo de livro que eu ando pegando bastante ultimamente é o que você sabe com antecedência que vai dar mer...cadoria no final, seja porque o livro é um clássico (ou seja, o final já foi comentado e descomentado na sua frente 500 vezes), porque algum personagem declara isso logo no começo da história ou pelo próprio tom da narrativa.
    Eu começo a ler pensando "ok, não vou me envolver!". Mas antes que eu perceba eu começo a gostar dos personagens, e conforme o final vai chegando eu começo a pensar, cada vez mais aflita: "OMG, tá chegando...Ah, não tá acontecendo muita coisa boa, deve ser tipo calmaria antes da tempestade...Ah não, não faz isso, seu burro! Porque você tem que caminhar para morte certa como um idiota?!", e quando a m... acontece eu me rasgo por dentro do mesmo jeito, rss.

    ResponderExcluir
  8. Finais que contam o que aconteceu no futuro após o fim do livro não me
    incomodam, pelo contrário: me dão algum alívio. É um sinal de que aquela
    história acabou. Porque o que me aterroriza a respeito de uma peça que
    eu tenha gostado são continuações.

    O que tem de continuação aí
    que não só é ruim como estraga o que aconteceu antes... sim, uma
    continuação pode destruir a peça original se lhe der significados que
    não possuía antes.

    Por exemplo, o quarto Indiana Jones foi um
    lixo da pior qualidade, mas não estragou os anteriores. Idem Batman: The
    Dark Knight Rises.

    Mas os três primeiros episódios da Star Wars
    simplesmente arruinaram um dos maiores vilões do cinema de todos os
    tempos ao mostrá-lo como um adolescentóide idiota, sortudo, mimado e
    stalker cujos grandes feitos foi matar o Jedi mais fodástico na traição,
    matar o ex-pupilo do imperador porque tava escrito no roteiro, matar um
    monte de crianças Jedi só porque ele era mau igual ao Pica-Pau (só
    faltou uma cena dele queimando formigas com o sabre de luz) e tomando
    uma verdadeira SURRA do Obi-Wan, o Samwise Gamgi do Star Wars.

    Ou seja: ele só foi fodástico depois que não tinha mais nenhum Jedi na ativa.


    imaginou lançarem um livro do Harry Potter adulto? Ou continuando O
    Senhor dos Anéis? Não, brigado, pode vazar todo mundo pra Valinor e
    ficar por lá! rs

    ResponderExcluir
  9. Vai ver o autor queria manter o livro permitido para menores, sabe.... rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  10. Finais que contam o que aconteceu no futuro após o fim do livro não me
    incomodam, pelo contrário: me dão algum alívio. É um sinal de que aquela
    história acabou. Porque o que me aterroriza a respeito de uma peça que
    eu tenha gostado são continuações.

    O
    que tem de continuação aí que não só é ruim como estraga o que
    aconteceu antes... sim, uma continuação pode destruir a peça original se
    lhe der significados que não possuía antes.

    Por exemplo, o
    quarto Indiana Jones foi um lixo da pior qualidade, mas não estragou os
    anteriores. Idem Batman: The Dark Knight Rises.

    Mas os três
    primeiros episódios da Star Wars simplesmente arruinaram um dos maiores
    vilões do cinema de todos os tempos ao mostrá-lo como um adolescentóide
    idiota, sortudo, mimado e stalker cujos grandes feitos foram: matar o
    Jedi mais fodástico na traição, matar o ex-pupilo do imperador porque
    tava escrito no roteiro, matar um monte de crianças Jedi só porque ele
    era mau igual ao Pica-Pau (só faltou uma cena dele queimando formigas
    com o sabre de luz) e tomando uma verdadeira SURRA do Obi-Wan - o
    Samwise Gamgi do Star Wars.

    Ou seja: ele só foi fodástico depois que não tinha mais nenhum Jedi na ativa.

    Já imaginou se resolvem um livro do Harry Potter adulto? Ou continuando O
    Senhor dos Anéis? Não, brigado, pode vazar todo mundo pra Valinor e ficar por lá! rs

    ResponderExcluir
  11. Qual o problema desse Disqus?! >:(

    ResponderExcluir
  12. Faça como eu. Incorpore expressões ou linhas de raciocino de personagens ao seu dia-a-dia. Assim, você viverá o livro para sempre.

    Adendo importante: Evite incorporar a expressão do GoT: "Olha o corvo chamando o melro de preto." Tem gente que não entende que isso é um equivalente ao "olha o sujo falando do mal lavado".

    ResponderExcluir
  13. Achei que fosse das poucas que odeiam epílogos!!! Prefiro muito que o autor deixe espaço pra minha imaginação :3

    ResponderExcluir
  14. Não sei se você gosta do "A menina que roubava livros" mas é exatamente isso. Você no inicio do livro é informado que vai terminar mal, com trechos de como esse "mal" vai ser. E mesmo assim, quando acontece, é um soco no estômago.

    ResponderExcluir
  15. A pessoa misteriosa23 de julho de 2014 22:44

    Niazinha: Rasgando livros ao meio desde 2011.

    ResponderExcluir
  16. Foi o que aconteceu comigo em Anjos e Demônios. Li a história inteira, para o Dan Brown não escrever a parte que eu mais quis ler...
    Gente, ele fez 464 páginas. Custava escrever só mais duas contando sobre o Romance Do Robert Langdon com a Vittoria Vetra?

    ResponderExcluir
  17. Gosto sim! Quando comecei a leitura nem imaginei que fosse acabar gostando dos personagens, mas quando cheguei no final quase fiz como a Niazinha e rasguei o livro, só que de tristeza, xD. Agora estou lendo 1984. Todo mundo sabe que o Winston se ferra no final, mas agora que esse final está chegando já comecei a ficar angustiada, rsrsrs.

    ResponderExcluir
  18. Concordo. Tenho medo de continuações, sempre fico com o pé atrás. É incrível o poder dos autores de estragar tudo depois. A trilogia original de Star Wars quase me matou. E as continuações de Matrix me traumatizaram mais do que posso descrever.

    ResponderExcluir
  19. Bruno Terto Dos Santos25 de julho de 2014 00:37

    O que me chateia é quando voce pega uma história de varios volumes ,pega o livro que acha que é o próximo e descobre que quando traduziram fizeram a sequencia errada ai você lê o proximo livro e tudo começa a fazer sentido, mas como já leu o proximo porque a sequencia estava errada já sabe o que acontece.


    ps: É impressão minha ou ressa tirinha esta com os desenhos mais vivos que o de costume, as palavras no livro parece que se curvam, a expressão bem intensa e o cabelo na ultima tira, Parabéns Fernanda cada vez melhor e mais criativa,

    ResponderExcluir
  20. Não gosto quando no fim do livro os principais não ficam juntos, entendo o que o autor quis fazer, porém não gosto.

    ResponderExcluir
  21. Os autores não tem piedade de nós, mortais.
    Odeio quando o tempo passa sem sabermos os detalhes de algo, haha.


    Beijocas,
    www.segredosentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
  22. feels like how i met your mother (estou traumatizada com aquele finale até hj)

    ResponderExcluir
  23. imagine as pobres pessoas que leem game of thrones desde 1995...

    ResponderExcluir
  24. me lembra mockingjay (aka a esperança). sério, aquele final foi muito frustrante, nem pra explicar o que acontece com política de panem ela explica

    ResponderExcluir
  25. o que é coelho sádico?

    ResponderExcluir
  26. Eu leio o game of thrones a um tempão também... Uma amiga me mostrou aí eu comecei a ler fanaticamente. Quero que saia logo o próximo livro e que o Martin não infarte no meio do caminho >.<

    ResponderExcluir
  27. eu tbm morro de medo disso ;-; ... principalmente pq eu to p*ta com a adaptação horrível q tão fazendo na série, e se ele morrer vou ter que terminar a saga pela série T.T
    mas a coisa boa é q tá tendo rumores q o lançamento de Winds of Winter vai ser ano q vem o/

    ResponderExcluir
  28. Ai meu bolso ç.ç Reservar a minha pre venda de novo, pra terminar de ler em uma semana e ficar mais 2 anos esperando >.<

    ResponderExcluir
  29. Livro UM DIA.... Nem me diga....

    ResponderExcluir
  30. Obrigada pelas dicas, as seguirei quando estiver escrevendo meus livros, hahaha

    ResponderExcluir